Candidato à presidência no Peru, Castillo denuncia ameaças de morte e alerta sobre atentados a bomba


O partido Peru Libre, do candidato presidencial Pedro Castillo, denunciou nesta quinta-feira, 29, no Twitter, ameaças de morte feitas contra seu líder. O partido também alertou para a possibilidade de ações com bombas na região metropolitana de Lima.

O próprio Castillo fez uma breve referência às ameaças durante a noite desta quarta-feira, 28, em uma atividade na cidade de Tumbes, afirmando que “algumas bombas estão sendo plantadas em Lima”.

No segundo turno das eleições peruanas, Castillo enfrentará a filha do ex-ditador Alberto Fujimori, Keiko Fujimori (Fuerza Popular), no dia 6 de junho. 

O candidato do Peru Libre foi favorito no primeiro turno eleitoral realizado no país no dia 12 de abril. Na ocasião, ele recebeu 16,5 por cento dos votos.

De acordo com uma pesquisa do Instituto de Estudios Peruanos (IEP) publicada em 26 de abril, 41,5% dos entrevistados votariam no candidato do Peru Libre e 21,5% votariam em Fujimori.


Leia mais

Leia também