Campeonato Capixaba 2022: 70% dos times apostam na manutenção dos técnicos

Compartilhe

Sete das dez equipes capixabas permaneceram com seus respectivos treinadores para a temporada

Por Vitor Nicchio
— Globo Esporte

 

A possibilidade de troca no comando técnico permeia o dia a dia de um clube de futebol. Para 70% dos times da elite do Espírito Santo, se a ideia é ter um time competitivo para a disputa do Campeonato Capixaba 2022, o segredo está na manutenção do trabalho do treinador.

Após uma Copa Espírito Santo 2021 acirrada, no total, sete clubes optaram por manter seus respectivos comandantes. Três instituições, porém, apostaram na troca de treinador, são elas: Estrela do Norte (Carlos Roy), Rio Branco VN (Fabiano Rossato) e Vitória-ES (Marcelo Aguiar). Curiosamente, com exceção do time de Venda Nova do Imigrante, essas equipes não disputaram competições oficiais no segundo semestre da temporada passada.

Muito além da troca de treinador, o início de temporada do futebol capixaba muitas vezes é marcada por reformulações completas em elencos, o que é natural em clubes que disputam a Série D do Campeonato Brasileiro ou que não têm divisão.

Ainda que a desigualdade de recursos entre os clubes leve a uma competição desequilibrada, mais da metade dos técnicos sobreviveu aos resultados e permanecerá para a Série A do Estadual. As diretorias agiram dentro de seus padrões de prudência e os torcedores capixabas já sabem o que esperar de suas equipes dentro de campo.

  • Seguem no clube: Cássio Barros (Nova Venécia), Cipriano Alexandre (Rio Branco-ES), Duzinho (Real Noroeste), Fellipi Marques (Vilavelhense), Ney Barreto (Serra), Pádua Polese (CTE/Colatina) e Rafael Soriano (Desportiva Ferroviária).
  • Assumem o cargo: Carlos Roy (Estrela do Norte), Fabiano Rossato (Rio Branco VN) e Marcelo Aguiar (Vitória-ES).
Cipriano Alexandre, técnico do Rio Branco-ES — Foto: Vitor Recla/Rio Branco

Cipriano Alexandre, técnico do Rio Branco-ES — Foto: Vitor Recla/Rio Branco

O técnico Cipriano Alexandre renovou o contrato por mais uma temporada com o Rio Branco-ES. Aos 60 anos, o treinador é o mais experiente em atividade no futebol capixaba.

Anunciado oficialmente na reta final da Série D do Campeonato Brasileiro 2021, Cipriano Alexandre está em sua segunda passagem pelo Alvinegro e voltou a comandar a equipe na 1ª rodada da Copa Espírito Santo 2021.

Mas a idade não está em jogo para o treinador do Capa-Preta. O que vale é avançar de fase e alcançar a final da Série A do Estadual.

– Eu não tinha me dado conta de que sou o técnico de mais idade. Sou muito agradecido a este estado. Tenho uma relação muito próxima com o Espírito Santo e gosto muito de estar aqui. Quanto a ser o treinador com mais idade, eu acho que isso não incide nada, nem para mais nem para menos. […] Olha, eu penso que tem uma galera super legal. O Ney Barreto, eu acompanho ele desde o América-RJ. Penso que ele é um cara muito promissor. A trajetória do (Carlos) Roy fala por si só. É um treinador vitorioso. Tem uma galera do bem aí super capaz. O Campeonato Capixaba é sempre muito equilibrado e difícil. No meu modo de ver, ele tem duas etapas muito distintas: a fase de classificação e, depois, os play-offs é um campeonato à parte – declarou ao ge.

Fellipi Marques, técnico do Vilavelhense — Foto: RP Fotografia

Fellipi Marques, técnico do Vilavelhense — Foto: RP Fotografia

A diferença de idade entre o técnico mais velho e o mais novo é de 34 anos. Esse número fica nítido ao considerar que Cipriano Alexandre iniciou a carreira no final da década de 80, seis anos antes de Fellipi Marques (26 anos) nascer. Atualmente no comando do Vilavelhense, o técnico mais jovem do Campeonato Capixaba 2022 dirige o primeiro clube de sua carreira.

Apesar de ser um técnico da nova geração, Fellipi Marques não é mais um novato e começa a se consolidar na beira do gramado. Como técnico, o ex-jogador do Vila já está em sua terceira temporada. Ao todo, o treinador conta com um título da Série B do Campeonato Capixaba (2020) e alcançou as quartas de final da Copa Espírito Santo 2021, além da permanência na elite capixaba na última edição do torneio.

– É um desafio muito grande, pois sabemos que o campeonato capixaba vem aumentando de nível. Procuramos sempre manter o planejamento e organização para que o trabalho continue dando frutos. […] Meus planos são grandes e 2022 será mais um ano para construir os degraus para subir no lugar mais alto e me tornar um dos maiores treinadores do Espírito Santo e do mundo. – declarou ao ge.

Técnico Cipriano Alexandre — Foto: Arquivo Pessoal

Técnico Cipriano Alexandre — Foto: Arquivo Pessoal

O treinador Cipriano Alexandre começou sua carreira no União Rondonópolis, antes de acumular passagens por Alegrense, Vitória-ES, Rio Branco-ES, Vilavelhense, Linhares, Cachoeiro, Estrela do Norte, entre outros clubes. Além de inúmeras equipes capixabas no currículo, o atual técnico do Brancão carrega os status de “maior campeão”, pois conquistou duas vezes a Série A do Estadual.

O treinador foi o primeiro campeão do século XXI. Em 2001, Cipriano Alexandre comandou o Alegrense no título inédito do Campeonato Capixaba. Também no antigo modo de disputa, o técnico tirou o Vitória-ES de uma fila de 30 anos sem o título estadual, ao levantar o troféu em 2006.

– Todos entramos com a mesma ambição e os títulos eles dão um adicional em todos os sentidos. Falar de si próprio é muito complicado, mas o campeonato com o Alegrense foi histórico, no meu modo de ver. Difícil. E com o Vitória, deu-se uma soma de circunstâncias felizes. Um time muito bem montado. E, naquele momento quando eu cheguei, era muito fácil entender que atrás de um grande grupo tinha uma gestão muito interessante. Os primeiros resultados foram fundamentais para arrancar o título. Como são dois campeonatos onde o descrédito era maior que qualquer outra coisa, me parece que o Rio Branco atravessa a mesma situação. Eu aposto muito no grupo. Mas, qualquer um que opine, não, não coloco o Rio Branco como favorito. – declarou ao ge.

Duzinho, técnico do Real Noroeste — Foto: Junior Sapo

Duzinho, técnico do Real Noroeste — Foto: Junior Sapo

O lema do Real Noroeste para 2022 é defender o título de atual campeão estadual. Duzinho Reis assumiu o posto de técnico do time merengue em dezembro de 2018 e é o treinador há mais tempo em um clube capixaba.

Ao término da temporada 2022, Duzinho completará quatro anos no comando do Real. Uma história que já conta com um Campeonato Capixaba (2021), uma Copa Espírito Santo (2019) e participações em competições nacionais.

O treinador de 50 anos está feliz, obviamente, com a marca pessoal. Mas, ao mesmo tempo, faz questão de dividir o feito com a diretoria merengue.

– Na verdade é um trabalho feito em conjunto. Em parceria com presidente, diretoria, comissão e jogadores. Graças a Deus, estamos conseguindo ter êxito. Esse é o pensamento, que a gente consiga trabalhar em conjunto. Em equipe. Todos se ajudando. A gente sabe que é uma competição difícil. São várias equipes credenciadas a lutar pelo título. Mas, com humildade, trabalho, seriedade e honestidade, vamos procurar fazer nosso trabalho da melhor forma possível. Sempre buscando levar o Real à disputa dos primeiros lugares. – declarou ao ge.

Fellipi Marques (Vilavelhense) e Cássio Barros (Nova Venécia) são os técnicos que aparecem atrás de Duzinho no ranking de longevidade.

Os técnicos do Capixaba 2022

Nome Clube Idade Cidade (natal) Último Clube Títulos
Pádua Polese CTE/Colatina 54 Colatina RENOVOU 0
Rafael Soriano Desportiva Ferroviária 36 Campos dos Goytacazes RENOVOU 0
Carlos Roy Estrela do Norte 51 Rio de Janiero Rio Branco-VN 1
Cássio Barros Nova Venécia 52 Rio de Janeiro RENOVOU 0
Duzinho Reis Real Noroeste 50 Salvador RENOVOU 1
Fabiano Rossato Rio Branco VN 44 Vila Velha Desportiva Ferroviária 1
Cipriano Alexandre Rio Branco-ES 60 Governador Valadares RENOVOU 2
Ney Barreto Serra 46 Rio de Janeiro RENOVOU 0
Fellipi Marques Vilavelhense 26 Vila Velha RENOVOU 0
Marcelo Aguiar Vitória-ES 43 Vila Velha Capixaba 0

 

Cássio Barros conquistou a Copa ES 2021 pelo Nova Venécia — Foto: Thiago Félix

Cássio Barros conquistou a Copa ES 2021 pelo Nova Venécia — Foto: Thiago Félix

Tal clube, tal técnico. Primeiro e único comandante da história do Nova Venécia, Cássio Barros fará sua primeira aparição na Série A do Estadual.

O clube mais novo da elite capixaba tem em sua sala de troféus o título da Série B do Campeonato Capixaba (2021) e da Copa Espírito Santo (2021), mas precisa conquistar o principal título estadual para poder dizer que “ganhou tudo” em tempo recorde.

Aos 52 anos, Cássio Barros está preparado para ser o responsável por comandar o Leão do Norte em mais uma conquista.

– Eu tive uma experiência já na Copa Espírito Santo. Jogamos contra algumas equipes que já jogam a primeira divisão. Alguns times nós já conhecemos. Outros, enfrentaremos agora dentro da competição. Mas, temos jogadores aqui que já estão acostumados a jogar no estado. Tenho buscado informações com esses atletas. Alguns treinadores eu já conheço também. O (Carlos) Roy já, além de ser um grande treinador, é um grande amigo. Então, temos mais ou menos ideia daquilo que pensa. É um grande treinador. Sabemos que vai montar um time forte. Vai ser dentro da competição que vamos ter realmente o conhecimento das equipes. Mas, eu tenho buscado informações com os atletas que aqui estão. – declarou ao ge.

 

Leia também

Tabela Vacinação diária Covid-19 – 28/06/2022

    Barra de São Francisco Covid-19 Números de Vacinados Dia 28/06/2022     Púbico Alvo: 41.721 Meta de cobertura: 37.548 Vacinados com D1 ou DU 38.720                      92% Totalmente vacinados 32.976                    ...

Espírito Santo registrou 260 casos de estupro contra crianças nos primeiros 5 meses de 2022

De janeiro a maio deste ano, o Espírito Santo registrou 260 casos de estupro contra crianças de 0...

Novas tarifas de água e esgoto deixam conta de água mais cara

  A Agência de Regulação dos Serviços Públicos do Espírito Santo (ARSP) publicou, nesta quinta-feira (30), no Diário Oficial...

PARANÁ: Equipes de Atenção Básica realizaram 42,9 mil consultas de pré-natal com seis ou mais atendimentos por gestante em 2021

Para prevenir e detectar precocemente doenças em gestantes e bebês, o Ministério da Saúde recomenda que as mulheres...

Maus-tratos a crianças e adolescentes têm aumento de 21% no Brasil

ISABELA PALHARES SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Brasil registrou um aumento de 21% nos casos de maus-tratos...

Prefeitura de Barra de São Francisco realiza coleta de exame preventivo (Papanicolau) no distrito de Santo Antônio

 A Prefeitura de Barra de São Francisco, através da Secretaria de Saúde, iniciou nesta segunda-feira, dia 27 de...

Combate ao Aedes aegypti precisa ser mantido mesmo nos dias de Inverno

Teve início no Brasil a estação mais fria do ano, o Inverno. Mesmo neste período de constante queda...

Lançados guias e app para orientação a refugiados sobre direitos e serviços no Brasil

A secretária de Previdência do Ministério do Trabalho e Previdência, Marina Battilani, participou na quinta-feira (23/06), no Ministério...