Campanha ‘Quarentena Literária’ contempla moradora de Nova Venécia

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult), lançou a campanha de incentivo à leitura “Quarentena Literária”, em maio de 2020. Desde então, leitores de todo o Estado puderam compartilhar seus vídeos de dicas de leitura, como histórias e indicações de livros, onde serão sorteados com 30 brindes relacionados à leitura e tecnologia no final do projeto. As melhores postagens terão destaque nas redes sociais da Secult e da Gerência do Sistema de Bibliotecas Públicas do Espírito Santo.

A sexta pessoa sorteada da campanha foi uma moradora de Nova Venécia, a escritora Irene Neta de Oliveira Pianissola, que junto de seu neto, Pedro Otávio, recomendou aos leitores através de vídeo, o livro “Berk”, uma trama começa em 1995, quando G, seu pai, conhece sua mãe, a Letícia, chamada pelos amigos de Lilica. Apaixonados, se casam e tem um filho, o Berkeley, que ganhou o apelido de Berk. Assim como seu pai, Berk tem uma condição genética que leva à paralisia e ambos utilizam cadeiras de rodas para se locomoverem.

O livro trata de forma leve, direta, sem dramas e clara que a deficiência física é abordada, sem vitimismo ou estereotipados, pai e filho são alto astral, se adaptam à condição física e convivem bem com ela. “Venho deixar registrada a minha imensa felicidade de participar desse projeto em companhia do meu neto, Pedro Otávio, receber a excelente notícia de ser contemplada e ver o universo conspirando a favor. Quero registrar a importância da leitura na vida do ser humano, posso garantir que após receber um diagnóstico de uma doença rara, degenerativa, hereditária e sem cura para o homem, a Ataxia Espinocerebelar sca3, síndrome de Machado Josefh, fui salva pela leitura. O meu hábito de ler desde criança me deu suporte para me tornar a escritora que sou e assim me livrar do caminho da depressão. Ler te abre um universo de possibilidades e te permite encontrar o cominho da reinvenção”, disse a Escritora contemplada.

A campanha, em parceria com a Biblioteca Municipal Dr. Eduardo Durão Cunha, teve os seguintes critérios: gravação e publicação de um vídeo contendo uma pessoa e no máximo cinco pessoas da mesma família; se utilizar criança abaixo de três anos, somente acompanhado com o responsável no vídeo; no máximo 3 minutos de gravação na horizontal; ambiente com boa audição e bem iluminado; e usar a criatividade para falar de dicas de livro, resenhas literárias curtas, contação de histórias, leitura dramatizada, leitura cantada, entre outras.

Para a chefe da Biblioteca Municipal Doutor Eduardo durão Cunha, Izabel Pansini, é importante ter pessoas engajadas com a literatura no município. “É uma grande honra ter a Irene como uma das contempladas pela campanha literária, visto que a Literatura é cultura , é enriquecimento, é o único enriquecimento que ninguém consegue tirar de nós. A literatura proporciona o entretenimento, o conhecimento de mundo, o despertar da sensibilidade e a reflexão sobre a realidade”.

A entrega dos kit’s serão realizadas na sede da Biblioteca Pública Estadual do Espírito Santo, em Vitória, por meio de agendamento com os vencedores.

Foto: Rogério Frigerio Piva, 2009 (Blog Projeto Pip-Nuk)


Leia mais

Leia também