Campanha Maio Amarelo chama atenção para transporte seguro

Compartilhe

A Rodoviária do Rio, segundo terminal em movimentação de passageiros do Brasil, e mais oito terminais rodoviários do país estão realizando hoje (20), até as 15h, com a participação da  Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati), em parceria com o Serviço Social do Transporte (Sest) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) o Dia D da campanha Maio Amarelo com o tema Juntos Salvamos Vidas.

A ação, organizada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, tem ainda o apoio da Confederação Nacional do Transporte (CNT), da Agência Nacional de Transportes Terrestres(ANTT) e da SOCICAM, empresa especializada em gestão de terminais de passageiros rodoviários e urbanos.

Para marcar o mês da conscientização sobre a segurança no trânsito, a Abrati programou atividades presenciais nas rodoviárias das principais capitais brasileiras. A intenção é reforçar a importância da união entre empresas regulares do transporte rodoviário terrestre e passageiros conscientes e responsáveis para a promoção de uma viagem tranquila e segura. Além do Rio, participam da ação as rodoviárias de Teresina, Fortaleza, Recife, Salvador, Brasília, São Paulo, de Vitória e de Curitiba.

Os passageiros que passarem pelos terminais vão receber orientações de funcionários das empresas regulares do setor sobre a importância do uso do cinto de segurança durante a viagem e sobre a responsabilidade da escolha pelo transporte regular e oficial. Já para os motoristas, equipes do Sest Senat estão passando informações sobre a importância da direção defensiva, o uso responsável do celular. Eles recebem também material de treinamento e um programa de reciclagem.

A previsão da Rodoviária do Rio é que hoje 30 mil passageiros transitem pelo terminal. A sexta-feira costuma ser um dia de maior fluxo em função do final de semana e da retomada das viagens de ônibus pelo Brasil. A campanha será veiculada nas mídias indoor, e ainda em cartazes e nas redes sociais da rodoviária.

Os canais virtuais de comunicação da Abrati também veiculam a campanha destacando o investimento e a capacitação das suas associadas para garantir viagens tranquilas e seguras à população. A entidade reúne mais de 80% das empresas regulares do setor. A campanha chama atenção ainda para o compromisso de que um trânsito mais seguro depende também de uma mudança de comportamento dos passageiros. “Infelizmente, muitos deles ignoram os riscos e embarcam em viagens ilegais, que desobedecem a regras e práticas fundamentais para um transporte seguro e confiável”, afirmou a Abrati, destacando que essa atitude pode gerar um grande prejuízo.

Esse também é o motivo da parceria da campanha do Maio Amarelo com a ANTT para ressaltar a relevância do transporte de passageiros seguir padrões estabelecidos a partir de regras que garantem a segurança das viagens.

“É preciso chamar a atenção de todos para o fato de que uma oferta de passagens mais baratas pode estar relacionada diretamente à falta de padrões de manutenção e ao descuido na capacitação dos motoristas, que pode colocar em risco a vida dos passageiros”, afirmou a conselheira e porta-voz da Abrati, Letícia Pineschi.

Conforme a Abrati, as empresas rodoviárias regulares desenvolvem programas permanentes de qualificação técnica e operacional da mão de obra, composta por cerca de 60 mil empregados diretos. Entre eles, 15 mil são motoristas. “A capacitação, a saúde e o descanso adequado dos motoristas são fatores preponderantes para uma viagem tranquila. Além disso, só por meio dos ônibus regulares é possível contar com aplicativos de alerta, controle de velocidade e monitoria da viagem”, apontou.

Entre as medidas de segurança do transporte, adotadas pelas empresas regulares, que vão desde o embarque ao desembarque feitos em terminais autorizados, seguros e fiscalizados, estão o envio, caso haja algum impedimento durante o trajeto, de um ônibus reserva em socorro do veículo principal, para atender os passageiros. Além disso, a segurança do passageiro é garantida pela oferta pelas empresas regulares de todos os seguros e indenizações previstas em lei, que incluem desde o seguro para bagagem até a cobertura e indenizações em caso de acidente.

“Todas essas ações preservam vidas, reduzem acidentes e possibilitam mais segurança nas estradas, e esses dados precisam ser mostrados com efetividade para que possamos construir um trânsito mais seguro”, relatou Letícia Pineschi.

Maio Amarelo

A campanha Maio Amarelo foi criada para alertar a sociedade sobre o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. A ideia é alcançar uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. “A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas”, acrescentou a entidade.

Campanha Maio Amarelo chama atenção para transporte seguro

Leia também

Bueiro é construído no Córrego do Itá; agora são 82 em um ano e seis meses

A secretaria de Transportes e Estradas da prefeitura de Barra de São Francisco, com seus funcionários construíram mais...

50 mil pessoas passaram pela Festa do Produtor Rural de Jaguaré

  Um grande público passou pela 29ª Festa do Produtor Rural de Jaguaré e pela 4ª Feira de Agronegócios,...

Barra de São Francisco e municípios vizinhos recebem equipamentos agrícolas

  O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), entregou 92 equipamentos...

Homem morre em acidente na BR-101 a caminho de comemoração pelo aniversário da esposa

  Carro que a vítima dirigia bateu com uma carreta na altura do km 313,2 da rodovia Um homem de...

Entra em vigor portaria que reconhece adoção das boas práticas agrícolas

O mês de julho começou com uma novidade para o setor agrícola. Desde esta sexta-feira (1°) está em...

Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil é tema de debate com convidados e especialistas

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) promoveu, nesta quinta-feira (30), um debate sobre o Sistema Nacional de Proteção...