Campanha Influenza: diminuição da circulação de vírus respiratórios e mais doses ao Estado

O Espírito Santo recebe, nesta quarta-feira (14), 1.130.000 doses de vacinas para a 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Desde o último dia 05 de julho, toda a população acima dos seis meses de idade pode se vacinar contra a gripe, medida importante para reduzir a circulação de vírus respiratórios, em meio a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

“A vacina contra a gripe reforça o grau de proteção da população no que diz respeito à susceptibilidade às doenças respiratórias. A expectativa é de que, pelo menos, em três meses possamos vencer a maior parte de aplicação dessas doses, principalmente na expectativa que conseguimos antecipar a vacinação de crianças e adolescentes e também da população já alcançada com uma dose de vacinação contra a Covid-19”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes.

As doses serão entregues à Central Estadual de Rede de Frio para distribuição semanal aos 78 municípios capixabas, nesta quinta-feira (15). Segundo a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo, a vacinação contra a Influenza se faz ainda mais importante neste período do ano, o Inverno.

“Temos registrados baixas temperaturas no Estado, e a vacina é para evitar as complicações e mortes causada pela Influenza. Lembramos que em 2016 passamos por uma epidemia de H1N1 no Espírito Santo e para que isso não ocorra novamente, precisamos que a população se vacine para diminuir a circulação do vírus”, disse.

A coordenadora também destacou que o foco no momento é vacinar tanto para Influenza quanto para a Covid-19. “Pois, assim, não sobrecarregamos o serviço de saúde, nem por uma, nem por outra doença. O nosso foco são as duas vacinas, não podemos privilegiar uma apenas. É necessário tomarmos as duas, respeitando o intervalo de aplicação entre os imunizantes que são de 14 dias, se tomou a da Covid-19 agora, tomar a da Gripe após 14 dias”.

 

Orientação para mutirões nos municípios

Assim como ocorreu no município de Viana, no último sábado (10), o mutirão de vacinação contra a Influenza tem sido uma estratégia orientada pela Secretaria da Saúde (Sesa) a todos os demais municípios capixabas.

“Temos orientado a todos os municípios que possam realizar mutirões de vacinação contra a gripe em dias diferentes aos das marcações da vacina contra a Covid-19, objetivando esgotar 100% das doses na população o quanto antes”, informou Danielle Grillo.

Assim, além de aplicar todas as doses disponíveis em curto prazo, a medida também garante a proteção individual tanto do público prioritário quanto da população em geral. “Recebemos um número de doses superior ao que estava previsto anteriormente divulgado pelo Ministério da Saúde. São doses que nos permitirão cumprir o objetivo de proteção individual das pessoas que estão recebendo e também trazer o benefício indireto para as demais pessoas”, explicou.

 

Dados da 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza

Com cobertura vacinal de 48,9% até esta terça-feira (13), 816.761 doses da vacina Influenza foram aplicadas no Espírito Santo, segundo dados do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SIPNI).

Ainda segundo dados do SIPNI, a cobertura vacinal dos públicos-prioritários é de 66,4% para crianças (semana passada estava em 70,6%); 62,1% para gestantes; 69,1% para puérperas; 60,3% trabalhadores da saúde; 99,2% indígenas; 54,1% idosos; e 43,2% professores.

 


Leia mais

Leia também