Câmara aprova MP que altera tributação de PIS e Cofins sobre etanol

Compartilhe

O plenário da Câmara aprovou nesta quarta-feira (1º) a medida provisória (MP) que reformula a tributação de Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre álcool combustível vendido por cooperativas diretamente ao setor varejista. O texto segue para análise do Senado.

O relator Vinícius Carvalho (Republicanos-SP) recomentou a votação do texto original enviado pelo governo, sem apresentar mudanças. Pelo texto, as cooperativas de produção são equiparadas aos agentes produtores de etanol hidratado combustível e, se venderem diretamente aos varejistas, passam a pagar uma combinação de alíquotas sobre receita e sobre o volume do produto, condição tributária que valerá para as cooperativas que não optarem por um regime de tributação de PIS/Cofins baseada no volume produtivo.

Por essa combinação de alíquotas, as cooperativas pagarão sobre a receita obtida com a venda 1,5% a título de PIS e 6,9% a título de Cofins (alíquotas incidentes para o produtor e importador) mais R$ 19,81 por metro cúbico e R$ 91,10 por metro cúbico, de PIS e Cofins, respectivamente, por se equipararem a um distribuidor.

Se optar pela tributação por volume de produção, a cooperativa pagará pela soma das alíquotas vigentes desde 2007, que corresponde a R$ 23,38 de PIS e R$ 107,52 de Cofins por metro cúbico de álcool por atuar como produtor; e R$ 58,45 de PIS e R$ 268,80 de Cofins por metro cúbico de álcool por atuar como distribuidora.

Câmara aprova MP que altera tributação de PIS e Cofins sobre etanol

Leia também

Plano Safra 2022/2023 começa a valer nesta sexta-feira (1º)

O Plano Safra 2022/2023 começa a valer a partir desta sexta-feira (1º) até o dia 30 de junho...

Polícia apreende 154 botijas de gás armazenadas de forma irregular no Norte do ES

Em uma operação policial realizada, nessa quinta-feira (23), por policiais civis de Pinheiros, no Norte do Espírito Santo,...

EMENDA DE KIGALI: Brasil terá que reduzir em 80% o consumo de gases poluentes até 2045, se acordo for ratificado

O Brasil terá que reduzir em 80% o consumo de hidrofluorcarbonos (HFC) até 2045, se a Emenda de...

Tragédia de Mariana: Justiça suspende exigências impostas a atingidos

O desembargador José Amilcar Machado, presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), suspendeu exigências impostas para...

Espírito Santo integra campanha ‘Vacina Mais’ pelo incentivo à vacinação brasileira

Diversas entidades e conselhos nacionais estiveram reunidos, nesta quarta-feira (29), em Brasília (DF), para o lançamento da campanha...

Mulheres lideram três em cada dez negócios no Brasil, mas respondem por apenas 20% das operações de crédito

As mulheres estão na liderança de três em cada dez empreendimentos no Brasil. É o que aponta o...

Série B: Vasco derrota Operário e cola no líder Cruzeiro

O Vasco fez o dever de casa na Série B do Campeonato Brasileiro, e derrotou o Operário por...

Governo Federal lança serviço inédito de emissão de alertas de desastres em parceria com WhatsApp e Robbu

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), lançou, em parceria com o WhatsApp e...