Cadela que atuou em Brumadinho e Mariana morre; ‘dedicou sua existência em salvar vidas’

Bala era do Corpo de Bombeiros do Espírito Santo e foi homenageada pela corporação nas redes sociais.

Cadela Bala, especializada em missões de salvamento e resgate, morreu nesta sexta-feira (8) aos 12 anos — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Cadela Bala, especializada em missões de salvamento e resgate, morreu nesta sexta-feira (8) aos 12 anos — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

A cadela Bala, especializada em missões de salvamento e resgate, morreu nesta sexta-feira (8) aos 12 anos.

Ela era do Corpo de Bombeiros do Espírito Santo e atuou em buscas nas tragédias de Brumadinho e Mariana, em Minas Gerais, e em enchentes no território capixaba.

Cadela era do Corpo de Bombeiros do ES e atuou em buscas nas tragédias de Brumadinho e Mariana — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Cadela era do Corpo de Bombeiros do ES e atuou em buscas nas tragédias de Brumadinho e Mariana — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Bala foi o primeiro cão especializado neste tipo de missão no estado e a corporação a homenageou nas redes sociais.

“Com um currículo repleto de buscas e salvamento, ajudou a tornar o CBMES uma referência nacional na atividade. Nos emprestou com amor e lealdade a habilidade de farejar a vida. E foram muitas”, diz a postagem do Corpo de Bombeiros.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a cadela morreu de causas naturais. “Dedicou toda sua existência em salvar vidas humanas”, diz trecho da homenagem.

Leia mais

Leia também