Britânica de extrema direita é deportada da Austrália por violar quarentena


A ex-BBB britânica e comentarista Katie Hopkins se gabou nas redes sociais por ter violado as regras da quarentena na Austrália, onde foi recebida para participar do Big Brother VIP, do Canal 7. 

Em vídeo publicado nas redes, ela, que é famosa por destilar ódio, bradar contra imigrantes e difundir teorias da conspiração, contou que atendeu a porta do quarto do hotel em Sydney nua e sem máscara. No entanto, o ato foi interpretado como desprezo aos 12 milhões de australianos que estão confinados pelo aumento do número de casos de Covid-19 no país e gerou forte reação popular.

Diante da repercussão, o governo australiano foi obrigado a tomar atitude e Hopkins foi multada em US$ 1.000. Mas não ficou apenas nisso, a britânica também foi deportada do país. 

De acordo com reportagem do G1, ao cancelar o visto concedido a ela, a ministra de Assuntos Internos, Karen Andrews, mostrou-se peremptória: Katie Hopkins deu um tapa na cara de todos os australianos que respeitam o bloqueio e aos 30 mil que estão no exterior, impedidos de entrar no país.

Além de desobedecer às regras sanitárias, ela foi para as redes sociais e postou um vídeo debochando das medidas chamando de hipócrita e a “maior farsa da história da Humanidade”.


Leia mais

Leia também