Brasil volta ao Conselho de Segurança da ONU depois de dez anos


O Brasil foi eleito membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU pela 11ª na história nesta sexta-feira (11) em uma votação da Assembleia Geral. Com a eleição, o país retorna ao Conselho após dez anos.

As vagas no órgão são definidas por áreas geográficas a cada dois anos. O país era o único candidato do grupo que engloba a América Latina e Caribe, que, desde 2006, tem uma tradição de não haver competição para a candidatura, com um rodízio de países planejado antecipadamente.

Em nota, relata O Globo, o Itamaraty afirmou que “o resultado reflete o reconhecimento da histórica contribuição brasileira para a paz e a segurança internacionais”.

“No Conselho de Segurança, o Brasil buscará traduzir em contribuições tangíveis a defesa da paz e da solução pacífica das controvérsias, dentre outros princípios inscritos na Constituição Federal de 1988 e na Carta das Nações Unidas. O País pretende, ainda, fortalecer as missões de paz da ONU e defender os mandatos que corroborem a interdependência entre segurança e desenvolvimento”, diz a nota.

(Foto: Roberto Stuckert Filho/Divulgação)
-->