Brasil: homem sobrevive a ataque de abelhas após levar 1.500 ferroadas

Compartilhe

Um homem levou 1.500 ferroadas de abelhas em um ataque no Tanque, na Zona Oeste do Rio. Imagens gravadas por moradores mostram Joel Marcos desacordado no chão, sendo atacado pelos insetos. O caso foi revelado neste domingo (10) pelo Fantástico.

“Eu pedi para me tacarem, água, extintor. Tudo na esperança de afastar as abelhas. Aquele barulho todo, ensurdecedor, que não era tipo 5, 10 abelhas, era o corpo todo tomado”, lembra Joel.
Joel foi levado para o hospital e continua internado. Segundo testemunhas, foram 40 minutos de sofrimento.

“Foi assim uma cena de terror mesmo. Que, olha, só de ver aquele homem gritando ‘ajuda, ajuda, ajuda’ e sem nenhum tipo de socorro, ninguém podia ajudar. Só mesmo os bombeiros”, contou a dona de casa Regina Evangelista.

Outra vizinha que presenciou a cena ficou apavorada. “Eu fiquei rezando muito por ele, porque eu, de verdade, achei que ele tinha falecido”, contou a vizinha Luísa Andrade.

Bombeiro usa extintor para afastar insetos que atacavam homem — Foto: Reprodução

Bombeiro usa extintor para afastar insetos que atacavam homem — Foto: Reprodução

Ataque na Pavuna

Moradores de outros bairros também têm reclamado de ataques. Na Pavuna, na Zona Norte, um idoso de 74 anos foi atacado por uma colmeia na esquina das ruas Sargento Wilsom Ramos e Frei Vicente.

Centenas de abelhas estavam dentro de um pneu pendurado no muro. Na sexta-feira (8), o idoso Antônio Pinho Fernandes foi socorrido pela família e levado para o hospital.

“Meu sogro quase morreu, eu tive que ir lá pegar ele completamente cheio de abelha em volta, uma cena horrível, ele ficou internado, ele saiu hoje”, contou Cláudio, genro do seu Antônio.

Outras pessoas também foram picadas pelas abelhas. “Foi uma cena horrível, parecia filme de terror, todo mundo com suas casas trancadas. Uma rua pequena, com suas casas de moradores antigos, com idosos e crianças, e a gente tendo que ser refém”, contou Priscila Felipe Ribeiro.

Eliminar colmeia é crime ambiental

Eliminar as colmeias por conta própria é crime ambiental. Os insetos são silvestres, considerados importantes para a biodiversidade.

Quem encontrar uma colmeia, deve entrar em contato com a prefeitura. Se as abelhas estiverem atacando pessoas na rua é preciso ligar imediatamente para os bombeiros.

Leia também

Projetos sobre combustíveis devem tramitar rápido no Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), tem mostrado interesse em colocar na pauta de votação na Casa...

Presidente veta nomeação de Nise da Silveira como Heroína da Pátria

O presidente Jair Bolsonaro vetou, hoje (25), a inscrição do nome da psiquiatra Nise da Silveira no livro...

Polícia investiga morte de menino de 2 anos em São Mateus

A Polícia Civil do Espírito Santo investiga a morte do menino Izaque Miguel Felizardo dos Santos, de dois...

Santos vai participar da 16º Copa Norte que se inicia neste sábado (28)

Os jogadores do Santos de Barra de São Francisco, se apresentaram ao técnico e supervisor da equipe, Marcelo...

‘Acorda, Pedrinho’: Saiba quem é o rapaz da música que viralizou no TikTok

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dois rapazes se preparam para jogar sinuca num bar. Um deles, bigodudo, encaçapa...

Filme de diretor morto pelos russos mostra inferno do dia a dia na Guerra da Ucrânia

GUILHERME GENESTRETI CANNES, FRANÇA (FOLHAPRESS) - Em meio ao vaivém preguiçoso de iates no ancoradouro e aos flashes...

ES: homem morre após ser atropelado e arrastado por 50 metros por carreta

Um homem em situação de rua morreu logo depois de ser atropelado por uma carreta na noite desta...