‘Brasil é visto como ameaça pelo mundo e isso vai atingir os produtos brasileiros’, diz Celso Amorim


O embaixador e ex-ministro Celso Amorim afirmou à TV 247 que o Brasil de Jair Bolsonaro, além de uma piada, é visto pela comunidade internacional também como uma ameaça em razão do descontrole da pandemia de Covid-19 na região.

Segundo Amorim, ainda que as chances sejam pequenas, a situação do Brasil desperta a possibilidade de outros países aplicarem aos brasileiros uma intervenção humanitária. “Eu fico muito preocupado com a situação do Brasil, como ele é visto hoje em dia. O fato dos voos todos estarem sendo cortados. O Brasil é um pária internacional, é uma ameaça para os vizinhos e é visto dessa maneira. A simples ameaça, o crescimento dessas críticas ao Brasil, de que ele é uma ameaça para o mundo, isso de repente faz pensar em questões do tipo intervenção humanitária, coisas desse tipo. Nunca se poderia cogitar que isso se pensasse em relação ao Brasil, e começa a ser cogitado. Não vai acontecer, acredito, por razões de natureza geopolítica, mas é muito lamentável que o Brasil esteja nessa situação de ser visto pelos seus vizinhos e pelo mundo como uma ameaça”.

Além dos efeitos geopolíticos, a economia brasileira também será afetada, alerta o embaixador. “Vai atingir também os produtos brasileiros. As pessoas vão pensar duas vezes antes de comprar um produto do Brasil”.

“O Brasil, de todas as grandes economias, é o único que não vai se recuperar. É o que eu tenho lido no FMI, no Banco Mundial, dos analistas. É muito lamentável e mostra que muita coisa errada está sendo feita. O Brasil está sendo debilitado, a Petrobras continua sendo atacada. É preciso defender a Petrobras, é preciso defender as empresas brasileiras que estão ligadas ao desenvolvimento do país. Vamos olhar um pouco do que está acontecendo nos Estados Unidos, a importância do Estado no desenvolvimento econômico é fundamental”, completou.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

(Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247)

Leia mais

Leia também