Brasil é o país do mundo que mais recebe vacinas e insumos da China, diz embaixador Yang Wanming


– O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, afirmou que o país do governo Jair Bolsonaro é o que mais recebeu vacinas e insumos da potência asiática. Em plena pandemia, o clã presidencial brasileiro agrediu a China e, por consequência, dificultou a aceleração da vacinação entre os brasileiros. 

“Na tarde desta quarta-feira (7), chegarão a São Paulo um novo lote de mais de 2,7 milhões de doses prontas da vacina CoronaVac produzidas pelo laboratório Sinovav. Portanto, o Brasil é o país que mais recebe vacinas prontas e insumos farmacêuticos da China em todo o mundo”, afirmou o embaixador.

Um dos ataques da família Bolsonaro veio em outubro de 2020, quando Jair Bolsonaro afirmou que não compraria vacina da China. 

Em novembro daquele ano, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também agrediu o país asiático, desta vez sobre o 5G, dizendo que seria necessária uma “aliança global para um 5G seguro, sem espionagem da China”.

Em nota, a embaixada chinesa rebateu as agressões do parlamentar e repudiou “os ditames dos Estados Unidos de abusar do conceito de segurança nacional para caluniar” o país asiático e cercear as atividades de empresas chinesas.

No primeiro semestre de 2020, quem havia atacado a China foi o então chanceler Ernesto Araújo, ao apontar ameaça de “pesadelo comunista” em artigo publicado em seu blog pessoal em abril daquele ano.

No segundo semestre do ano passado, o então ministro sugeriu que a China estaria tentando ‘controlar o mundo’.


Leia mais

Leia também