Brasil avança em ranking mundial de competitividade

Brasil avança em ranking mundial de competitividade

A eficiência dos serviços aeroviários teve um salto de 18 posições Foto: Agência Brasil

O Brasil vem melhorando a posição no ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial. Em pesquisa de opinião sobre a infraestrutura de transporte, conduzida pela Fundação Dom Cabral, empresários brasileiros apontaram melhoras nos quatro indicadores utilizados. A eficiência dos serviços aeroviários teve um salto de 18 posições (de 85 para 67), seguida da eficiência dos serviços portuários, que ganhou 13 posições (104 para 91). A qualidade das rodovias brasileiras melhorou oito posições (116 para 108), enquanto a eficiência das ferrovias melhorou uma posição (86 para 85).

Os dados foram apresentados no 2º Seminário de Competitividade do Setor de Infraestrutura, evento promovido pelo Ministério da Infraestrutura e pela Fundação Dom Cabral, em uma edição totalmente on-line.

Para o secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, mudar a face da infraestrutura do Brasil é o objetivo do Governo do Presidente Jair Bolsonaro. “Estamos trabalhando para melhorar os índices de produtividade e reduzir os custos logísticos, por meio da oferta de infraestrutura de transportes integrada, moderna, segura e eficiente. Sabemos que para atrair investimentos precisamos atuar de forma mais proativa no sentido de melhorar a competitividade nacional”, enfatiza Sampaio.

Segundo o professor Carlos Arruda, diretor do Centro de Inovação e Empreendedorismo da Fundação Dom Cabral e responsável pelas análises, “o debate sobre infraestrutura é fundamental para que o país avance em pautas relevantes para a economia e para a sociedade como um todo”.

Indicadores

Para fazer a análise, foi escolhido o Índice de Competitividade Global – Subíndice de Infraestrutura de Transportes, calculado pelo Fórum Econômico Mundial.

O subíndice possui oito indicadores, agrupados por cada um dos quatro modos de transportes, sendo sempre um indicador objetivo e outro baseado na pesquisa de opinião. Foram analisadas: qualidade das estradas, eficiência dos serviços das ferrovias, eficiência dos serviços de transporte aéreo e eficiência dos serviços portuários. O Relatório Final do Fórum Econômico Mundial será divulgado no dia 16 de dezembro.

Com informações do Ministério da Infraestrutura

Brasil avança em ranking mundial de competitividade apareceu primeiro em Voz da Barra.

Leia mais

Conversa no WhatsApp vale como aditivo a contrato de advogado; entenda

Mensagens trocadas no WhatsApp entre advogado e cliente podem ser consideradas aditivos ao contrato firmado. Assim decidiu a 21ª câmara de Direito Privado do...

Último dia de debates do Amazônia+21 aborda negócios e financiamentos para promoção do desenvolvimento sustentável

O terceiro e último dia de debates do Fórum Amazônia+21 teve como tema principal negócios e financiamentos para promoção do desenvolvimento sustentável e melhoria...

Goiás tem baixa arrecadação de ICMS, ao passo que inclusão do imposto na reforma tributária é defendida no Congresso

O estado de Goiás registrou, nos sete primeiros meses de 2020, uma variação negativa de 3,22% na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias...

Terceira fase da campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda

Terceira fase da campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda – Foto: ...

Leia também