Coronavírus: Brasil assume primeiro lugar em número de recuperados

o senhor Ermando Piveta, de 99 anos, ex-integrante da Força Expedicionária Brasileira (FEB), recebeu alta da COVID-19 no Hospital das Forças Armadas (HFA)

O Brasil ultrapassou os Estados Unidos e se tornou o país com maior número de pessoas recuperadas de covid-19 no mundo, informa a Universidade Johns Hopkins, que tem monitorado a pandemia do novo coronavírus em parceria com órgãos equivalentes ao Ministério da Saúde em todos os países.

O painel da Johns Hopkins mostra, no momento da reportagem, que o Brasil contabiliza 660.469 pacientes recuperados, enquanto os Estados Unidos somam 656.161. A Rússia está em terceiro lugar e registra 374.557 pessoas que foram contaminadas, mas não apresentam mais sintomas da doença.

Lançado em 22 de janeiro de 2020, o painel dinâmico mantido pela universidade recebe dados médicos de todos os 188 países signatários da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de vários centros secundários de atendimento médico.

Os números são atualizados constantemente. “A disponibilidade de dados epidemiológicos precisos e robustos em uma epidemia é um guia importante para decisões sobre saúde pública. O arquivamento consistente de informações é importante para entender a transmissibilidade, o risco de alastramento geográfico, as rotas de transmissão e os fatores de risco”, afirma o artigo científico que explica o funcionamento da ferramenta, publicado na revista médico-científica britânica The Lancet.

Contaminações

O mapa mostra também que São Paulo é o segundo estado mais afetado do mundo, com 238.822 casos confirmados de covid-19. Em primeiro lugar, aparece é Nova York, que tem 390.415 pessoas contaminadas com a doença.

De acordo com o levantamento da Johns Hopkins e a evolução do novo coronavírus, o mundo deve ultrapassar a marca de 10 milhões de casos confirmados nos próximos dias. O número de mortes também cresce no mesmo ritmo, com 484.155 registradas até o momento em decorrência de complicações geradas por covid-19.

Testagem

Os Estados Unidos lideram em número de testagens. Segundo o painel de dados da universidade norte-americana, mais de 28,5 milhões de testes já foram realizados. O estado da Califórnia é o primeiro, com 3,6 milhões de pessoas já testadas. Nova York, o estado com maior número de casos de covid-19 no mundo, fica em segundo lugar, com 3,5 milhões de testes realizados.

Leia mais

Estudantes da Ufes criam pulseira que avisa quando distanciamento não é cumprido

Projeto é do Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Engenharia de Computação. Protótipo custou menos de R$ 50.

CNC prevê retração de 5,9% no setor de serviços

O volume de receitas do setor de serviços deve sofrer uma retração de 5,9% em 2020. A previsão é da Confederação Nacional do Comércio...

Espírito Santo tem 1.490 mortes e 40.406 casos confirmados de Covid-19

Na comparação com os números divulgados nesta quarta-feira (24), o aumento é de 27 mortes e 1.923 novos casos da doença. Até o momento,...

Empregadores poderão utilizar o eSocial Doméstico para registro de trabalhadores

O aplicativo vai permitir o empregador doméstico fechar a folha mensal de qualquer lugar Foto: Banco de Imagens O Governo Federal lançou, nesta quinta-feira (13),...

Leia também

Cobra entra em tubulação e deixa localidade sem água no Norte do Espírito Santo

Uma cobra, encontrada dentro da tubulação do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), deixou uma localidade do interior de Linhares, no Norte do...

Criminosos trocam tiros com a PM e drogas são apreendidas no bairro Altoé

Criminosos armados atiraram contra a Polícia Militar na tarde desta segunda-feira, (21), no bairro Altoé, em Nova Venécia. Segundo a PM, após a equipe da...

Seca e avanço das queimadas preocupam agricultores do Noroeste do Espírito Santo

» Seca no Rio do Norte, em Boa Esperança (Foto: Agricultor André Valani) Wilson Rodrigues Nascimento A seca provocada pela estiagem prolongada dos últimos meses, e...