Bonner deixa ‘boa noite’ de lado e emociona o público em meio à pandemia; vídeo

Leandro Carneiro, Do UOL

Foi se o tempo em que a marca clássica do Jornal Nacional era apenas o “boa noite” de Willian Bonner. A formalidade, que sempre fez parte da identidade do programa noticioso, já não era seguida à risca há algum tempo. Mas, em meio à pandemia, o apresentador tem chamado a atenção por seu comportamento.

Seja por editoriais como o apresentado ontem ou pelas demonstrações de emoção com reportagens em meio a tantos mortos no país, Bonner tem se tornado quase uma figurinha carimbada nas redes sociais. Com frequência, quando o apresentador fala algo mais sensível, os fãs começar a repercutir, elogiando sua atitude ou até mesmo querendo abraçá-lo.

“E vai todo o mundo se acostumando, porque são números”

Foi com essa frase que Bonner abriu o editorial de ontem, falando sobre os números de mortos no Brasil pela covid-19. A fala emocionou muita gente. Algumas pessoas admitiram que chegaram a chorar com o discurso do jornalista.

Se emocionou

Mas ele também tem sentimentos. Quem não quis dar um abraço em Bonner quando ele se emocionou com uma reportagem do “Jornal Nacional”? A responsabilidade de encerrar a atração ficou com Renata Vasconcelos, a única pessoa perto o suficiente para consolar o apresentador.


Leia mais

Leia também