Bolsonaro revoga trecho de MP que previa suspensão de contratos de trabalho por 4 meses

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (23) que revogou o trecho da medida provisória 927 que previa a suspensão dos contratos de trabalho por 4 meses.

A medida foi publicada pelo governo nesta segunda no “Diário Oficial da União”, com ações para combater o efeito da pandemia de coronavírus sobre a economia. O governo defende a MP como uma forma de evitar demissões em massa. O trecho revogado pelo presidente foi o artigo 18.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), partidos políticos e entidades já haviam se manifestado contra pontos da MP editada pelo governo e defenderam aperfeiçoamento do texto.

“Determinei a revogação do art.18 da MP 927, que permitia a suspensão do contrato de trabalho por até 4 meses sem salário”, escreveu Bolsonaro em uma rede social.

Uma medida provisória, assim que assinada pelo presidente, passa a valer como lei. Em no máximo 120 dias, precisa ser aprovada pelo Congresso, senão perde a validade.

Os outros pontos que não foram revogados pelo presidente seguirão para a análise de deputados e senadores.

Outros pontos da MP

Além da suspensão do contrato de trabalho e do salário (possibilidade revogada por Bolsonaro), a MP estabelece, como formas de combater os efeitos do novo coronavírus sobre o mercado de trabalho e a economia, a possibilidade de se estabelecer:

  • teletrabalho (trabalho a distância, como home office)
  • regime especial de compensação de horas no futuro em caso de eventual interrupção da jornada de trabalho durante calamidade pública
  • suspensão de férias para trabalhadores da área de saúde e de serviços considerados essenciais
  • antecipação de férias individuais, com aviso ao trabalhador até 48 horas antes
  • concessão de férias coletivas
  • aproveitamento e antecipação de feriados
  • suspensão de exigências administrativas em segurança e saúde no trabalho
  • adiamento do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)

Leia mais

Prefeitura de Nova Venécia institui disque-denúncia-aglomeração

A prefeitura de Nova Venécia baixou o Decreto...

Cleber Pombo pede autuação dos proprietários de terrenos baldios em Anchieta

Em sessão ordinária realizada no plenário Urias Simões dos Santos, o vereador Cleber Pombo fez indicação ao Secretário de Infraestrutura Municipal, Leonardo Antônio Abrantes,...

Detran|ES e PC deflagram ação contra suposta fraude em processo de habilitação em Iconha

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) e a Polícia Civil identificaram, na tarde dessa quarta-feira...

Casagrande flexibiliza funcionamento do comércio em 72 municípios com risco baixo e moderado

Foto: Hélio Filho/Secom O governador do Espírito Santo, Renato...

Leia também

Polícia Federal prende suspeito de assaltos aos Correios no Espírito Santo

Segundo a Polícia Federal, ele participou de crimes entre setembro de 2019 e abril de 2020. Um homem de 20 anos foi preso, na manhã...

Espírito Santo anuncia mudança em horário do comércio para municípios com menos de 70 mil habitantes

Prefeituras terão liberdade para escolher os horários, respeitando as diretrizes de funcionamento diário máximo de seis horas com fechamento até as 18h.

Ademir Teixeira confirma pré-candidatura à prefeitura de Vila Pavão

O funcionário público, Ademir Teixeira (PDT), confirmou sua pré-candidatura à prefeitura de Vila Pavão. Ex-vereador e ex-secretário de Saúde de Vila Pavão e formado em...

Lives do fim de semana têm Skank, Elza Soares e música sertaneja

Diversas lives vão ocorrer no fim de semana...