Bolsa Atleta supera a marca de 6,2 mil inscritos

Bolsa Atleta supera a marca de 6,2 mil inscritos

Atletas das 27 unidades da Federação já se inscreveram e São Paulo foi a que mais teve inscrições. Foto: Ale Cabral/CPB

O período de inscrições no edital do Bolsa Atleta 2021 entra na reta final. A partir desta terça-feira (9), resta uma semana para que aqueles que preencham os requisitos do edital efetuem as inscrições. O prazo termina na próxima segunda-feira (15).

“Até aqui, o ano de 2019 foi o que registrou o recorde de beneficiários do Bolsa Atleta em modalidades olímpicas e paralímpicas. Naquele ano, 6.357 atletas receberam o benefício. Para 2021, a expectativa é de quebrar esse recorde. Já temos mais de 6,2 mil inscritos e como ainda temos uma semana pela frente até o fim do prazo de inscrições, acredito que podemos superar o recorde de atletas beneficiados”, afirmou o secretário Especial do Esporte, Marcelo Magalhães

Este ano, o Bolsa Atleta implementou uma inovação tecnológica e todo procedimento de envio de documentação passou a ser on-line. Isso garante mais agilidade a todo o processo de adesão ao programa. As inscrições tiveram início em 26 de janeiro e até a meia-noite dessa segunda-feira (8), 6.255 atletas de todo o país já haviam efetuado as inscrições.

O programa conta com cinco categorias de benefícios: atleta de base, com valor mensal de R$ 370, Estudantil (R$ 370), Nacional (R$ 925), Internacional (R$ 1.850) e atleta olímpico/paralímpico (R$ 3.100). Cada uma tem os próprios pré-requisitos, como ter no mínimo 14 anos de idade, estar vinculado a um clube e filiado a uma federação e a uma confederação, além de ter participado de competição elegível e obtido até a terceira colocação (modalidades individuais) ou sido eleito entre os melhores atletas (modalidades coletivas). Os pré-requisitos de cada categoria de bolsa estão listados no site do Ministério da Cidadania.

Até aqui, foram 360 inscritos na categoria estudantil, 240 na categoria de base, 4.270 na Nacional, 1.057 na Internacional e 328 na categoria olímpico/paralímpico. Atletas das 27 unidades da Federação já se inscreveram e São Paulo foi a que mais teve inscrições, com 2.157 atletas, seguido de Rio de Janeiro (758), Paraná (541) e Santa Catarina (420). Dos 6.225 inscritos, 3.544 são homens e 2.711, mulheres.

Ao todo, atletas de 94 modalidades, entre olímpicas e paralímpicas, já efetuaram as inscrições. O atletismo lidera, com 436 inscritos, seguido pelo atletismo paralímpico (411), natação (274), handebol (270), judô (249), rugby de 7 (230) e natação paralímpica (199).

“Até aqui, o ano de 2019 foi o que registrou o recorde de beneficiários do Bolsa Atleta em modalidades olímpicas e paralímpicas. Naquele ano, 6.357 atletas receberam o benefício. Para 2021, a expectativa é de quebrar esse recorde. Já temos mais de 6,2 mil inscritos e como ainda temos uma semana pela frente até o fim do prazo de inscrições, acredito que podemos superar o recorde de atletas beneficiados”, afirmou o secretário Especial do Esporte, Marcelo Magalhães.

Saiba mais sobre o Bolsa Atleta

Saiba como fazer sua inscrição

 

Leia mais

Leia também