Bolívia repudia crítica dos EUA à prisão de Jeanine Añez

O Ministério das Relações Exteriores da Bolívia repudiou um pronunciamento emitido pelo secretário de Estado norte-americano Antony Blinken sobre a prisão da ex-presidente golpista Jeanine Añez e seus ex-ministros.

Por meio de nota, a chancelaria da Bolívia expressou sua preocupação “porque esse tipo de pronunciamento é um lamentável exemplo de ingerência em assuntos internos”.

No último sábado (27), Blinken publicou, por meio do Twitter, estar “preocupado” com supostos sinais de comportamentos antidemocráticos e politização do sistema legal na Bolívia. A declaração diz respeito as recentes prisões preventivas de ex-funcionários do governo autoproclamado, nas quais o secretário de Estado pede liberação, informa Opera Mundi.

 

 

A senadora boliviana Jeanine Añez se autoproclama presidente da Bolívia

A senadora boliviana Jeanine Añez se autoproclama presidente da Bolívia (Foto: Facebook/Divulgação)

Leia mais

Leia também