Suspeita de coronavírus em Barra de São Francisco deixa população apavorada; ouça o áudio

Um áudio que circula em grupos de WhatsApp nesta segunda-feira, 16 de março de 2020, deixou grande parte da população apavorada.

Segundo a informação, duas pessoas com suspeita de estarem coronavírus deram entrada na Casa de Saúde. “São dois homens que estavam em uma feira de granito, em São Paulo. A Casa de Saúde está toda isolada, todos de máscara. “, diz a mulher no áudio.

No áudio, a mulher diz que estavam todos de máscara e que a chance de ser coronavírus é de 80%.

O SiteBarra entrou em contato com a Casa de Saúde, que negou a informação. Segundo a funcionária tudo não passa de boato e até o momento não há casos na cidade.

Outra moradora, porém, afirma que ligou para a Casa de Saúde e teve informação que há dois casos suspeitos.

Na semana passada, outro boato deixou a população apreensiva.

O Diretor Geral do Hospital, Gustavo Lacerda, divulgou uma nota esclarecendo a situação, veja:

Circula nas redes sociais um link dizendo que o Hospital de Barra de São Francisco confirma o primeiro caso de corona vírus.

Informo que trata-se de fake news (notícia falsa)

Oriento a não abrir o link.

O momento é de muita responsabilidade com o assunto.

Quando houver algum caso em nosso hospital, eu estarei procurando os veículos de comunicação e passarei pessoalmente a informação correta.

Mais uma vez eu informo que até o momento não há nenhum caso suspeito no hospital de Barra de São Francisco.

Obrigado.

Outra nota, também do Diretor do Hospital, orienta a população, veja abaixo:

Com a chegada acentuada do CORONOVÍRUS em nosso país e estado, algumas atitudes precisam ser tomadas pelo povo e pelas autoridades.

A nossa região recebe estrangeiros da China e Itália que comercializam granitos e mantêm contato com várias pessoas e funcionários das diversas empresas locais.

Diante de todas essas particularidades da nossa reunião, nós precisamos agir de forma racional e com muita precaução.

Segue algumas orientações importantes:

1) Se precisar de um médico, procure primeiro a unidade de saúde do seu município, evite o seu atendimento em hospitais onde o vírus circula com mais facilidade,

2) O ambiente hospitalar é crítico e a circulação de vírus é natural pelo cruzamento de vários pacientes com diversas doenças.

3) Hospitais do Brasil e do mundo estão restringindo a entrada de visitantes para evitar a circulação do CORONAVÍRUS.

4) Seja consciente e faça a sua parte, procure o hospital somente em casos graves e urgentes.

O controle está em nossas mãos e em nossas atitudes, haja com prudência, lave as mãos e evite ambiente hospitalar sem necessidade.

Gustavo Lacerda
Dir. Geral
Hospital Dr. Alceu Melgaço

 

Leia mais

Leia também