Boa Esperança inicia vacinação de pessoas com comorbidades

A Prefeitura de Boa Esperança iniciou, nesta segunda-feira (17), a vacinação contra a Covid-19 de pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente (BPC), com idade entre 50 e 59 anos.

A vacinação será realizada sempre das 8h às 13h, nas seguintes datas e locais:
17/05 (UBS Erci Calvi – Sobradinho);
18/05 (UBS Fernandes Rondelli – Quilômetro Vinte);
19/05 (UBS Ely Francisca da Conceição – Santo Antônio);
20/05 (UBS Floriano Dallaparte Milanese – Vila Tavares);
21/05 (UBS João Marchiori – Bela Vista);
24/05 (ESF Boa Mira);
25/05 (UBS Jacques Gonçalves Vieira e Unidade Sanitária (próximo à delegacia), Centro).

Também estão sendo vacinadas as pessoas com idade de 18 a 59 anos, com síndrome de down, deficiência físico/mental, fibrose cística e obesidade mórbida.

Os documentos necessários para receber a dose são: cartão do SUS, cartão de vacinação e documento de identificação. As pessoas com comorbidades devem apresentar laudo médico, prescrição médica ou declaração do enfermeiro do serviço onde o usuário faz o tratamento.

Os idosos dessa faixa etária que estão acamados, apresentando dificuldades ao locomover-se, serão vacinados em casa. Para esse serviço, caso o idoso não seja cadastrado nos programas de saúde da Prefeitura, o familiar deve realizar cadastro na UBS mais próxima de sua residência.

Fique atento

Pacientes oncológicos, transplantados (órgãos sólidos e medula óssea), imunossuprimidos, doenças reumáticas e pacientes com HIV devem apresentar uma prescrição médica autorizando o recebimento da vacina. É importante conversar com o médico antes de comparecer no local de vacinação.

Saiba quais são as comorbidades:

Confira a lista de comorbidades definida pelo Ministério da Saúde:
Insuficiência cardíaca;
Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar;
Cardiopatia hipertensiva;
Síndrome coronariana;
Valvopatias;
Miocardiopatias e pericardopatias;
Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;
Arritmias cardíacas;
Cardiopatias congênitas no adulto;
Próteses valvares e dispositivos cardíaco implantados;
Diabetes mellitus;
Pneumopatias crônicas graves;
Hipertensão arterial resistente;
Hipertensão artéria estágio 3;
Hipertensão artéria estágio 1 e 2 com lesão e órgão alvo;
Doença cerebrovascular;
Doença renal crônica;
Imunossuprimidos;
Anemia falciforme;
Obesidade mórbida;
Cirrose hepática;
Portadores do vírus HIV.

Doação de alimento

Para potencializar as ações que auxiliam quem mais precisa, é necessário unir forças. Partindo desse princípio, a Prefeitura de Boa Esperança, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, lançou a campanha de doação de alimento não perecível.

A ação tem como objetivo beneficiar famílias em situação de vulnerabilidade, buscando garantir a segurança alimentar durante a pandemia do coronavírus, por meio de arrecadação de alimentos não perecíveis, como: macarrão, arroz, feijão, leite em pó, café, óleo, sal, açúcar, entre outros produtos. Quem for se vacinar, pode doar um quilo de alimento em um dos locais de vacinação.

 


Leia mais

Leia também