Beneficiários do Bolsa Família começam a receber terceira parcela da extensão do Auxílio Emergencial

Beneficiários do Bolsa Família começam a receber terceira parcela da extensão do Auxílio Emergencial

Os pagamentos começaram, nessa terça (17), com quem tem o NIS final 1, e serão finalizados no dia 30, com aqueles cujo NIS termina em zero Foto: Agência Brasil

As 12,4 milhões de famílias que integram o programa Bolsa Família começaram a receber a parcela referente a novembro. Dentro desse grupo, 15,9 milhões de pessoas terão direito à terceira parcela da extensão do Auxílio Emergencial, pois o valor é mais vantajoso do que aquele que elas receberiam habitualmente.

Os pagamentos começaram, nessa terça-feira (17), com quem tem o Número de Identificação Social (NIS) final 1, e serão finalizados no dia 30, com aqueles cujo NIS termina em zero. Neste mês, a folha de pagamento está em R$ 6,95 bilhões. São R$ 2,73 bilhões do orçamento ordinário do Bolsa Família e outros R$ 4,22 bilhões correspondentes à extensão do Auxílio Emergencial.

“Temos uma parte expressiva dos recursos sendo destinados à extensão do Auxílio Emergencial, o que mostra a importância de o Governo Federal ter mantido essa proteção social para os mais vulneráveis nesse contexto atual“, afirma Fabiana Rodopoulos, secretária nacional de Renda de Cidadania (Senarc), do Ministério da Cidadania.

Beneficiários do Bolsa Família começam a receber terceira parcela da extensão do Auxílio Emergencial

A extensão de quatro parcelas até dezembro deste ano é destinada aos trabalhadores de famílias beneficiárias que já tenham recebido as cinco parcelas anteriores do Auxílio Emergencial e que permaneçam elegíveis de acordo com as regras estabelecidas pela Medida Provisória nº 1.000, de 2 de setembro.

Mulheres chefes de família monoparental com crianças ou adolescentes de até 18 anos têm direito a duas cotas, totalizando R$ 600 por mês de Auxílio. As concessões da extensão foram feitas de forma automática, contemplando as famílias que não alcançam o valor da cota a que têm direito apenas com o benefício do Bolsa Família.

Para a permanência na extensão, os beneficiários passam mensalmente pela verificação de elegibilidade em todas as bases analisadas durante o processo de concessão. Trata-se de uma inovação legal para permitir que a política seja focada no público-alvo mais vulnerável, além de aumentar a segurança na checagem do atendimento aos critérios estabelecidos pela lei.

Com informações do Ministério da Cidadania

Beneficiários do Bolsa Família começam a receber terceira parcela da extensão do Auxílio Emergencial apareceu primeiro em Voz da Barra.

Leia mais

Decreto altera regulamento de serviços de retransmissão e de repetição de TV

A medida permite o uso racional do espectro ao manter um mesmo número de canal. ...

Aplicativo para smartphones de monitoramento do Covid-19 está sendo desenvolvido no interior de São Paulo

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), unidade de pesquisa vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), desenvolve...

MG: Centro-Sul do estado melhora controle da pandemia e avança para a onda branca do Minas Consciente

Após a macrorregião de Saúde Centro-Sul de Minas Gerais apresentar melhora nos dois principais índices, ou seja, leitos/ocupação e taxa de contaminação, o Comitê...

Brasil: pai percorre 28 km de bicicleta de um estado a outro para buscar tarefas dos filhos

O caminho para alcançar um objetivo é diferente de uma pessoa para outra. Em cima de uma bicicleta, o roçador Edemilson Wielgosz, de 47...

Leia também

O TEMPO E A TEMPERATURA: Região Sul tem previsão de chuva intensa somente no Paraná e Santa Catarina neste sábado (5)

No sábado (5), há previsão de chuva intensa no Paraná e em Santa Catarina. Nestes estados, a chuva ocorre a qualquer hora do dia...

Vice-prefeito eleito quer geração de emprego para Nova Venécia

Paulo Roberto Damaceno, 49 anos, será empossado no próximo dia 1°, e confia num mandato promissor para o Município, com olhar voltado para grandes...