Belo Horizonte vai usar novo método para combater doenças transmitidas pelo Aedes aegypti

A Prefeitura de Belo Horizonte (MG) iniciou a liberação dos mosquitos Aedes aegypti com Wolbachia, em três áreas de abrangência da Regional Venda Nova: Copacabana, Jardim Leblon e Piratininga. O método Wolbachia é mais uma estratégia para o combate da dengue, zika e chikungunya, e o projeto em Minas Gerais é uma parceria com o Ministério da Saúde, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o World Mosquito Program (WMP Brasil).

Ministério da Saúde notifica 924.238 casos prováveis de dengue em 2020

44 milhões de domicílios brasileiros recebem atendimento de Equipes da Saúde da Família, aponta pesquisa

A liberação dos mosquitos faz parte da estratégia para o controle de arboviroses, doenças que são transmitidas por mosquitos. Na capital, a implementação da iniciativa será realizada em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte. Com recursos próprios, a prefeitura construiu uma biofábrica para a produção dos Aedes aegypti com Wolbachia, o que proporcionará maior sustentabilidade para o projeto na cidade, sendo o primeiro município do mundo a dispor desta estrutura própria. Esse método tem eficácia comprovada e é feito quando um microorganismo é inserido no mosquito e impede que as doenças seja desenvolvidas pelo Aedes aegypti.

Foto: Fiocruz (MG)

Leia mais

Ex-prefeito Walter De Prá é absolvido pelo Tribunal de Justiça do Estado

O ex-prefeito de Nova Venécia, Walter De Prá, foi absolvido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo, por acórdão unânime da 1ª...

Estudantes de Bayeux (PB) criam aplicativo de casa “inteligente” para idosos

Cinco estudantes do SESI de Bayeux (PB) estão no Distrito Federal para disputar etapa regional do Torneio de Robótica da FIRST Lego League (FLL)....

PM prende suspeito de assassinar homem com 18 tiros em Vila Pavão

Agentes da P2, juntamente com a equipe de serviço do DPM de Vila Pavão, prenderam, na tarde desta terça-feira (22), mediante mandado de prisão,...

Pesquisa da USP revela que auxílio emergencial aumenta renda e reduz pobreza na área rural do país

Uma pesquisa do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo, revela que...

Leia também

Ministério do Desenvolvimento Regional abre consulta para elaboração Carta Brasileira sobre Cidades Inteligentes

Até 7 de novembro, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) abre uma consulta pública para a elaboração dos objetivos estratégicos e das recomendações que...

LRF proíbe gestor de assumir despesas sem caixa suficiente

Diante da crise causada pela pandemia da Covid-19, o Congresso Nacional se viu obrigado a criar um socorro a estados e municípios para minimizar...

Usuários frequentes do SUS avaliam melhor os serviços de Atenção Primária à Saúde

Quem utiliza o Sistema Único de Saúde (SUS) com maior frequência avalia mais positivamente a qualidade dos serviços prestados na área de Atenção Primária...

Demora para escolher presidente da CMO atrasa votação de R$ 27,2 bilhões em créditos adicionais

A demora na Câmara dos Deputados para escolher o novo presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO) pode causar um certo impacto na economia...