Belo Horizonte estima mais de um milhão de pessoas com coronavírus, pela segunda semana consecutiva

Belo Horizonte estima mais de um milhão de pessoas com coronavírus, pela segunda semana consecutiva. A informação é do Boletim de Acompanhamentos n° 26, do projeto-piloto COVID Esgotos, divulgado na sexta-feira (11). O número representa o maior patamar de infectados desde o início do monitoramento do coronavírus no esgoto. 

Já em Contagem, a estimativa caiu para aproximadamente 170 mil pessoas infectadas. Na semana anterior, o índice estava em 200 mil.

O projeto-piloto Covid Esgotos busca monitorar a presença do novo coronavírus nas amostras de esgoto, coletadas em diferentes pontos do sistema das cidades de Belo Horizonte e Contagem, inseridos nas bacias hidrográficas dos ribeirões Arrudas e da Onça.

Os resultados das amostras coletados durante todo o projeto podem ser acessados no Painel Dinâmico Monitoramento COVID Esgotos.

Especial Covid-19: afinal, o Brasil já está passando pela segunda onda da doença?

Aumento de casos do coronavírus preocupa autoridades públicas

“Já estamos na segunda onda”, afirma pesquisador da USP sobre novo coronavírus

A iniciativa é da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Estações Sustentáveis de Tratamento de Esgoto (INCT ETEs Sustentáveis/UFMG), em parceria com a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA), o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) e a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

Coronavírus - Foto: SBMA

Leia mais

Leia também