Barra de São Francisco receberá até R$ 500 mil do Fundo Cidades

Compartilhe

Em solenidade realizada nesta terça-feira, 25, no Palácio Anchieta, em Vitória, o governador do Estado, Renato Casagrande, lançou o Fundo Cidades para o exercício de 2022. A ação prevê o repasse de até R$ 500 mil para a Prefeitura de Barra de São Francisco. O prazo para o município pleitear o recurso para a carteira de projetos vai até o dia 7 de março.

O objetivo do Fundo Cidades é apoiar investimentos municipal, viabilizando obras, especialmente nas áreas de infraestrutura urbana e rural, educação, esporte, turismo, cultura, saúde, segurança, proteção social, agricultura, saneamento básico, habitação de interesse social, meio ambiente, sustentabilidade e mobilidade.

Espírito Santo lança novo Fundo Cidades com liberação de R$ 39 milhões aos municípios

Em solenidade realizada nesta terça-feira (25), no Palácio Anchieta, em Vitória, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), lançou o Fundo Cidades para o exercício de 2022.

A ação prevê o repasse de até R$ 500 mil para cada uma das 78 prefeituras do estado. O prazo para o município pleitear o recurso para a carteira de projetos vai até o dia 7 de março. Serão disponibilizados R$ 39 milhões para que os municípios elaborem suas carteiras de projetos estruturantes.

O objetivo do Fundo Cidades, segundo o governo, é apoiar investimentos municipais, viabilizando obras, especialmente nas áreas de infraestrutura urbana e rural, educação, esporte, turismo, cultura, saúde, segurança, proteção social, agricultura, saneamento básico, habitação de interesse social, meio ambiente, sustentabilidade e mobilidade.

“O Espírito Santo é o estado mais transparente do Brasil e aplicamos o dinheiro diretamente onde precisa do dinheiro público. O Fundo Cidades foi criado em 2013, porque os municípios perderam o Fundo do Desenvolvimento Regional, tendo um grande prejuízo. Agora, em 2022, retomamos o Fundo Cidades para preparar os municípios para captar ainda mais recursos, dos programas do governo federal, do governo do estado e de emendas parlamentares”, afirmou o governador.

Casagrande prosseguiu: “a prioridade desses recursos é para a drenagem de ruas, construção de muros de contenção e remoção de pessoas de áreas de inundações. São obras importantes para enfrentar os eventos extremos que estamos vivenciando. Hoje vivemos duas cenas cotidianas que são estiagens prolongadas e chuvas torrenciais em curtos períodos. Serão recursos diretos para mudar a vida das pessoas”.

No decreto que institui o Fundo Cidades também há previsão de aporte para realização de obras e equipamentos, por meio de transferência fundo a fundo aos municípios, com base no cumprimento de uma série de critérios por parte das administrações municipais.

“O novo Fundo Cidades vem para atender a uma nova demanda dos municípios, que é a elaboração de projetos de engenharia, arquitetura e de projetos-executivos para obras estruturantes nas cidades. Criando uma carteira de projetos, os municípios poderão captar recursos dos governos estadual e federal, e também de outras fontes diversas, para a elaboração de obras que beneficiarão seus moradores”, disse o secretário de Economia e Planejamento, Gilson Daniel (Podemos).

O presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) e prefeito de Cachoeiro de Itapemirim, Victor Coelho (PSB), também falou sobre a importância dessa ação.

“O São Tiago está cheio de prefeitos para mais um investimento importante do Governo do Estado nos municípios capixabas. O Espírito Santo passa por um momento organizado e bem positivo. Esse investimento é uma semente que vai nos ajudar a captar cada vez mais recursos para nossas cidades, que também estão cada vez mais organizadas. Com visão municipalista, o estado vem ajudar as cidades fazendo uma carteira de projetos que os munícipes tanto necessitam”, destacou.

Além do edital de projetos, o novo Fundo Cidades prevê aporte aos municípios para realização de obras/equipamentos, utilizando recursos provenientes de superávit financeiro do governo.

De acordo com o secretário de Economia e Planejamento, a partir da informação sobre o valor do superávit se saberá qual o espaço financeiro que a administração estadual terá para aportar ao Fundo Cidades.

Gilson Daniel explicou ainda que o atendimento se dará com base em uma série de critérios a serem cumpridos pelas gestões municipais, entre os quais estão: apresentação de plano de trabalho, justificativa técnica sobre a importância da obra, organização de fundo municipal com conselho gestor e publicação de projetos para que haja acompanhamento pela sociedade.

 

Governador Renato Casagrande lançou novo Fundo Cidades com liberação de R$ 39 milhões aos municípios — Foto: Hélio Filho/Governo do ES

Governador Renato Casagrande lançou novo Fundo Cidades com liberação de R$ 39 milhões aos municípios — Foto: Hélio Filho/Governo do ES

Leia também

Tradicional procissão marítima de São Pedro volta a ser realizada em Vitória

A 94ª edição da procissão marítima de São Pedro, em homenagem ao santo padroeiro dos pescadores, foi realizada...

Sopão Popular serviu 4.306 refeições em um mês

Inaugurado no dia 25 de maio de 2022, pela prefeitura de Barra de São Francisco, o Programa Refeição...

Nova Venécia receberá R$ 57 milhões de investimento em obras

  A Prefeitura de Nova Venécia recebeu o Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado do Espírito Santo...

Em quase um ano e meio, hortão municipal teve produção recorde de legumes verduras

A distribuição de verduras e legumes continua sendo realizadas dia a dia por servidores da secretaria de Agricultura...

Servidores continuam com trabalho intenso de limpeza em Barra de São Francisco

Servidores da secretaria de Limpeza e Serviços da prefeitura de Barra de São Francisco, estão em ação nesta...

Moradores lamentam situação do esporte em Ecoporanga: “vacas e cavalos pastando dentro do campo”

  A imagem que um morador do distrito de Joassuba registrou dentro do campo de futebol “Jaime Matos” é...

Bolsonaro sanciona texto que obriga cartório a oferecer serviço online unificado

MARIANNA HOLANDA BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com vetos, nesta terça-feira (28) o...

Preconceito afeta produção de dados sobre LGBTI+

Reivindicação histórica do movimento de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e intersexuais (LGBTI+), a produção de dados oficiais...