Barão de Melgaço (MT): prefeito decreta estado de emergência após mais de 40 mil hectares de mata queimados

O prefeito de Barão de Melgaço, Elvio de Souza Queiroz, decretou situação de emergência após o município mato-grossense registrar mais de 40 mil hectares de mata queimados. A decisão foi tomada após um levantamento do Batalhão de Emergências Ambientais de Mato Grosso apontar o tamanho da devastação. 

O gestor municipal destacou que o Corpo de Bombeiros aumentou o seu efetivo destacado para combater os incêndios florestais, o que não foi suficiente. Ele ainda demonstrou preocupação, porque o período considerado mais crítico para as queimadas costuma ser entre os meses de setembro e outubro. No entanto, os incêndios alcançaram uma proporção significativa em agosto. 

MS e governo federal se unem para combater focos de incêndios no estado

MMA cria programa que valoriza quem preserva florestas nativas do país

Proteção da Amazônia é defendida em Fórum voltado ao desenvolvimento sustentável da região

O decreto autoriza a mobilização de todos os órgãos municipais para combaterem as chamas. A resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução vão estar sob a coordenação da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil.  

Voluntários também poderão ser convocados para reforçar o combate às queimadas e para realizarem campanhas de arrecadação de recursos para as pessoas da comunidade que foram afetadas pelos incêndios. 

Agência Brasil


Leia mais

Leia também