Banestes fecha primeiro semestre do ano com resultado positivo de R$ 125 milhões

O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) divulgou publicamente, nesta terça-feira (11), o resultado apurado relativo ao primeiro semestre de 2020. Os dados conferem o lucro líquido do banco em R$ 125 milhões, o que representa uma evolução de 14,4% quando comparado ao primeiro semestre de 2019. As informações estão disponíveis no portal oficial do Banestes e nos sites da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e da Bolsa de Valores.

O bom desempenho do Banestes se reflete em ganhos para a sociedade capixaba. Sob a forma de juros sobre capital próprio, foram destinados ao acionista controlador, o Estado do Espírito Santo, a quantia de quase R$ 25 milhões, valor este aplicado conforme as prioridades de investimentos definidas no orçamento estadual.

O Banestes tem atuado como o principal banco credor do Espírito Santo em atenção à população que sofre impactos econômicos decorrentes do enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Apenas nas linhas de crédito emergencial, o Banestes já disponibilizou um montante superior a R$ 250 milhões para os capixabas.

O diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande, ressalta que o todo o esforço e atividades do Banco neste momento têm tido como foco e atenção atender à população capixaba com a oferta de soluções financeiras em prol da diminuição dos impactos negativos causados pela pandemia.

“Desde o início da pandemia, no mês de março, quando começaram as necessárias medidas de isolamento social, o Banestes prontamente disponibilizou soluções financeiras para contribuir com a sustentação econômica do Espírito Santo. Ao todo, já foram disponibilizados ao setor industrial e também aos micro, pequenos, médios e grandes empresários capixabas um montante superior a R$ 250 milhões em crédito emergencial. Além disso, desde o início de 2020, o banco já concedeu o valor aproximado de R$ 2 bilhões em crédito para a população“, destaca Amarildo Casagrande.

Estamos Juntos

Em função da pandemia da Covid-19, o Banestes vem atuando fortemente na concessão de crédito e na oferta de outras ações de auxílio econômico para fortalecer os setores produtivos da economia capixaba.

Em parceria com o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), o Banestes disponibilizou o montante de R$ 250 milhões para uma linha de Crédito Emergencial para empresas de todos os portes e para o setor industrial, com condições diferenciadas de parcelamento e taxas. Até o momento, o Banestes já liberou mais de R$ 203,7 milhões em recursos, em mais de 1.800 contratos.

Além disso, o Banestes detém a operação das linhas de crédito com garantia adicional do Fundo de Aval Bandes, anunciadas pelo Governo do Estado do Espírito Santo: Microcrédito Emergencial Covid-19, com taxa zero, e Capital de Giro Emergencial Covid-19, com taxa de CDI. As linhas dão suporte a micros e pequenos empreendedores, associações, cooperativas e sindicatos de agricultores familiares. Até o momento, já foram liberados mais de R$ 20,2 milhões em crédito para tais linhas, e outras propostas seguem em análise e também em fase de captação.

Outras duas linhas são operadas pelo Banco neste cenário de pandemia: Nossocrédito Emergencial, uma atuação emergencial do Programa Nossocrédito que já liberou mais de R$ 25,9 milhões em recursos, e BNDES Crédito Pequenas Empresas, com a oferta de capital de giro para as empresas que faturam até R$ 300 milhões por ano.

Outra facilidade anunciada pelo Banestes foi a possibilidade de reparcelamento de operações de crédito em até 180 dias, condição única no mercado, tanto para clientes pessoa física (PF) quanto pessoa jurídica (PJ). Até o momento, já foram realizados mais de R$ 680 milhões em contratos de reparcelamento de crédito. O Banco expandiu ainda o período de isenção de juros no Cheque Especial PF para 15 dias.

Para o pagamento de contas, o Banestes anunciou a isenção na cobrança de juros para pagamentos de contas de consumo e de tributos realizados com o cartão de crédito Banescard em uma parcela. Para pagamentos parcelados em até seis vezes, foram reduzidas as taxas. Além disso, não será cobrado o valor de tarifa do serviço. O Banco baixou ainda os juros do parcelamento da fatura dos cartões de crédito Banescard e Banestes Visa.

Números e resultados do 1º semestre

O Lucro Líquido do Banestes no segundo trimestre de 2020 foi de R$ 42 milhões atingindo no semestre R$ 125 milhões, avanço de 14,4% comparado ao mesmo período de 2019, correspondendo a R$ 0,39 por ação e rentabilidade sobre o patrimônio líquido médio (ROE) anualizada de 14,7%.

A margem financeira líquida avançou 13,1% e o resultado operacional da Instituição elevou-se em 29,3%, demonstrando boa capacidade de retenção de lucratividade na atividade comercial e eficiência gradativa na gestão de custos da operação bancária.

O patrimônio líquido do Banestes no primeiro semestre de 2020 alcançou o valor de R$ 1,6 bilhão, 3,5% superior ao mesmo período de 2019. A Carteira de Crédito Ampliada atingiu o montante de R$ 7,5 bilhões em junho de 2020, maior 9,8% sobre a posição de dezembro de 2019 e superior 17,9% em doze meses. A Carteira de Crédito Comercial (Conceito Bacen) alcançou R$ 4,7 bilhões, crescendo 11,0% no ano e 12,2% em doze meses. A estratégia da Instituição prioriza carteiras com menor risco, utilizando adequada política de crédito.

O Índice de Eficiência Operacional fixou-se em 49,1% e o Índice de Eficiência Operacional Ajustada ao Risco foi de 54,8%, ambos com ganhos de performance em 2,3 pontos percentuais (p.p.) e 3,8 p.p. em relação ao mesmo período de 2019, respectivamente.

A Inadimplência (> 90 dias) da Carteira de Crédito Ampliada encerrou junho de 2020 em 2,2%. A inadimplência da Carteira de Crédito Comercial no período foi de 3,5%. As despesas com provisões de crédito geradas nos últimos doze meses representaram 1,9% do total da Carteira de Crédito Ampliada.

A nota de rating em escala nacional (moeda local) para risco de crédito medida pela Fitch Ratings manteve-se em A+(bra) no período, mesmo sob efeito e impacto da deterioração do cenário macroeconômico face à pandemia do novo Coronavírus.

As receitas com serviços no trimestre atingiram R$ 87 milhões e acumularam no semestre R$ 177 milhões, estável (+0,1%) contra o primeiro semestre de 2019.

Os canais digitais (Internet Banking e Mobile) foram responsáveis por 10 milhões de transações financeiras no semestre, crescendo 20,8% sobre mesmo período do ano anterior. O App Banestes bateu recorde em transações financeiras no mês de maio, ultrapassando a marca de um milhão de operações com movimentação financeira em um único mês.

De janeiro a junho de 2020, foi investida em Tecnologia da Informação e Comunicação a quantia de R$ 19 milhões, proporcionando significativas melhorias nos serviços bancários, como a modernização de sistemas de informação, da infraestrutura de comunicação, da segurança da informação e da rede de autoatendimento.

Tais investimentos têm o objetivo de possibilitar ao Banco soluções de negócio aderentes à transformação digital. Os trabalhos estão focados na ampliação de prestação de serviços pelos canais digitais, principalmente nos canais Internet Banking e BANESTES.Corp (ferramenta voltada para clientes Pessoa Jurídica) e nos canais Aplicativos Banestes, Banestes Cartões e Abre Conta Banestes.

O Banestes manteve a disposição de seus clientes e usuários, sua extensa rede de atendimento, presente em todos os 78 municípios do Estado do Espírito Santo, sendo em 19 deles o único banco com agência instalada. Ao todo, são 857 pontos de atendimento, compostos por 152 unidades de atendimento (entre agências e postos), 329 postos de atendimento eletrônico e 376 correspondentes Banesfácil.

Sobre o BANESTES

Com uma base de mais de 1 milhão de clientes, o Banestes (B3: BEES3, BEES4), sociedade anônima de capital aberto e de economia mista, criada em 1937, é um banco múltiplo controlado pelo Estado do Espírito Santo e um dos mais importantes agentes de crédito do Estado.

Em seus 83 anos de história, contribui decisivamente para o desenvolvimento socioeconômico local e compõe, com mais três empresas (Banestes Seguros S.A., Banestes Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. e Banestes Administradora, Corretora de Seguros, Previdência e Capitalização Ltda.), o Sistema Financeiro Banestes (SFB).

Oferece um portfólio completo de soluções, produtos e serviços financeiros aos seus clientes e detém a maior rede bancária do Estado do Espírito Santo.

Leia mais

O TEMPO E A TEMPERATURA: Sudeste do país tem tempo com chuva, nesta terça-feira (18)

Previsão de tempo com chuva na maior parte da região Sudeste do país, nesta terça-feira (18). O tempo segue instável e a chuva persiste...

Sedu inicia ‘Encontro de Diretores da Rede Estadual’ de 2020 na próxima segunda-feira (16)

A Secretaria da Educação (Sedu) inicia, na próxima semana, o primeiro ciclo de 2020 do “Encontro...

Leia também

Trabalhador morre após ser atingido por pedras de granito no Norte do Espírito Santo

Um trabalhador morreu atingido por uma pedra granito, na manhã desta quarta-feira (24), em Aracruz, no Norte do Espírito Santo. O corpo foi encaminhado...

TSE determina volta de prefeito de Conceição da Barra ao cargo

O Ministro Alexandre de Moraes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou, na noite desta quarta-feira (23), o retorno do prefeito Francisco Vervloet (PSDB), de...

Vitória terá mais de 430 candidatos a vereador nas eleições de 2020

Candidaturas ainda precisam ser aprovadas pela Justiça Eleitoral. Número de candidaturas é 68% maior que na eleição de 2016. Por Luiza Marcondes, G1 ES   Os partidos...

Comissão parlamentar que acompanha ações de combate aos incêndios no Pantanal deve visitar Corumbá (MS) em 03 de outubro

A Comissão do Senado criada para acompanhar as ações de enfrentamento aos incêndios do Pantanal aprovou uma segunda visita aos locais das queimadas. Desta...