Banestes anuncia disponibilização de R$ 250 milhões para crédito emergencial

O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) tem adotado medidas emergenciais para amenizar os efeitos econômicos negativos causados pela pandemia do novo coronavírus. Em recente declaração, o diretor-presidente do Banco, José Amarildo Casagrande, anunciou que o Banestes irá destinar R$ 250 milhões em recursos para contratações da linha de crédito emergencial.

“O direcionamento adotado pelo Banestes, que está atrelado à sua missão, é de oferecer crédito com condições diferenciadas para a sociedade. Por isso, o Banco trabalha sempre com as taxas mais competitivas do mercado, com o foco em contribuir com o desenvolvimento do Espírito Santo. Em um cenário crítico como o atual, não poderíamos deixar de atuar em prol do empresariado capixaba. O Banestes é sensível à causa e está à disposição da população capixaba”, enfatiza Amarildo Casagrande.

A linha de crédito foi elaborada em conjunto com o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) e é voltada para empresas de todos os portes e também o setor industrial, afetados economicamente pelo novo coronavírus. Os recursos atendem a negócios em setores impactados de imediato com o isolamento e menor circulação de pessoas, principalmente nos setores de comércio e de serviços. Outros segmentos poderão ser incluídos com o desenrolar do cenário de crise.

Com taxas a partir de CDI + 0,32% ao mês, o valor do financiamento varia conforme a capacidade de contratação da empresa. O prazo máximo de parcela é de 48 meses, com carência de até 6 meses.

O empresário terá à disposição atendimento personalizado da equipe do banco, podendo tirar dúvidas sobre a contratação dos recursos pela central de atendimento do Bandes no telefone 0800 283 4202 ou pela rede de agências e SAC Banestes (0800 727 0474). Informações completas estão disponíveis em banestes.com.br.

Reparcelamento de dívidas

O Banestes já havia anunciado, deste o último dia 16, a opção de reparcelamento de algumas operações de crédito. Agora, o Banco informou que o prazo de reparcelamento foi estendido para até 180 dias. Até então, o período máximo correspondia a 60 dias.

Tantos clientes pessoa física (PF) quanto clientes pessoa jurídica (PJ), que estejam com seus contratos em dia, poderão contar com o suporte de prorrogação do pagamento. É importante ressaltar que a condição não é válida para o produto Crédito Consignado.

Para realizar a negociação, basta que o cliente entre em contato com o seu gerente, por meio dos canais oficiais de atendimento, ou vá até uma agência do Banestes, por se tratar de um atendimento emergencial. Os produtos são:

Clientes PF

Poderão solicitar o reparcelamento em até 180 dias para os produtos:

  • Crédito Pessoal (exceto consignado);
  • Crédito imobiliário;
  • Financiamento de Veículos.

Clientes PJ

  • Capital de Giro;
  • Crédito Investimento;
  • Microcrédito;
  • Financiamento de Bens.

Crédito Rural: os clientes também poderão negociar o reparcelamento em conformidade à legislação vigente, de acordo com as regras do Manual de Crédito Rural (MCR).

Outra novidade anunciada pelo Banestes foi a inclusão de produtos do Crédito Rotativo dentre as opções aceitáveis para a proposta de reparcelamento. Ou seja, clientes que encontrarem problemas em decorrência da pandemia do Covid-19 para a manutenção de suas obrigações de contratos de Cheque Especial e Conta Garantida poderão entrar em contato com a equipe do Banco para realizarem uma proposta de reparcelamento.

Nova linha de Microcrédito Emergencial em atenção à pandemia do novo coronavírus

O Banestes também anunciou, no último dia 20, o lançamento de mais uma linha de crédito especial em apoio às empresas que já sofreram ou sofrerão impactos em suas atividades: o Microcrédito Emergencial, operado pelo Programa Nossocrédito.

A linha de crédito tem taxas a partir de 0,65% ao mês. Para o produto, também estará em vigor a carência de até seis meses para o pagamento da primeira parcela, a partir da data de contratação. O prazo máximo para parcelamento é de 36 meses e os contratos poderão variar de R$ 200 a R$ 20 mil.

Leia mais

Senador capixaba pede ao STF apreensão de passaporte de Weintraub

O senador Fábio Contarato (Rede-ES) pediu a Alexandre de Moraes que proíba Abraham Weintraub de sair do país e apreenda o passaporte do ministro. O...

Barra de São Francisco chega a 200 casos de Coronavírus; ES tem 1.647 mortes, 46.893 confirmados e 27.580 curados

Na comparação com os dados divulgados nesta segunda-feira (29), o aumento é de 27 mortes e 1.796 novos casos da doença. Até o momento,...

1º caso confirmado de COVID-19 no município de Aracruz

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou, através de Boletim Epidemiológico oficial, neste quarta feira (01), o primeiro caso de contaminação por Coronavírus em Aracruz,...

Leia também

Menino de quatro anos morre afogado em córrego no Noroeste do Espírito Santo

O pai da criança, Adriano Gomes, estava trabalhando na lavoura de café e conta que o menino ficou sozinho enquanto a mãe saiu para...

Justiça do Espírito Santo determina que vídeo antigo de Casagrande em festa junina seja retirado do ar

Imagens foram registradas em 2017, mas publicadas como se fossem atuais. Para o juiz, a publicação apresenta 'a clara intenção de macular a honra'...

Estado orienta instituições para proteção social de idosos e pessoas com deficiência no contexto do Covid-19

O cenário de pandemia exige a adoção de medidas, procedimentos e a reorganização de unidades e...

Barraginhas: conheça o sistema que abrange práticas de conservação de solo e recuperação hídrica

Uma forma simples de “plantar água”: o sistema de barraginhas permite que pequenas bacias façam a...