Banestes alcança resultado positivo de R$ 83 milhões no primeiro trimestre do ano

O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes S.A.) obteve lucro líquido de R$ 83 milhões no primeiro trimestre do ano – janeiro, fevereiro e março de 2020, crescimento de 30,2% quando comparado ao mesmo período de 2019. O resultado foi divulgado ao público, nesta terça-feira (26), no portal oficial do Banco e nos sites da CVM e da Bolsa de Valores.

A margem financeira avançou 24,6% e o resultado operacional da Instituição elevou-se em 51,2%, o que demonstra a boa capacidade de retenção de lucratividade na atividade comercial e a eficiência gradativa na gestão de custos na operação bancária. O lucro líquido por ação chegou a R$ 0,26 no período, e a rentabilidade sobre o patrimônio líquido médio (ROE) foi de 15,1%.

Sob a forma de juros sobre capital próprio, foram destinados ao acionista controlador, o Estado do Espírito Santo, a quantia de R$ 18,6 milhões, valor este aplicado conforme as prioridades de investimentos definidas no orçamento estadual. O bom desempenho do Banestes se reflete, portanto, em ganhos para a sociedade capixaba.

O anúncio do resultado acontece em meio ao cenário de pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). O diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande, ressalta que o todo o esforço e atividades do Banco neste momento têm como foco e atenção atender à população capixaba com a oferta de soluções financeiras em prol da diminuição dos impactos negativos causados pela pandemia.

“Estamos sempre ao lado dos capixabas. Neste momento tão delicado, o Banestes está focado em atender às demandas da população capixaba, de forma a contribuir com a manutenção do desenvolvimento econômico do Estado. Ofertamos, desde o início da pandemia, linhas de crédito com condições diferenciadas e outras soluções financeiras, com condições exclusivas no mercado atual, como os até 180 dias para reparcelamento de créditos. O Banestes já alcançou o patamar de mais de R$ 1 bilhão em concessões de crédito desde o início do ano para auxílio dos setores produtivos”, destaca Amarildo Casagrande.

Ações de auxílio econômico em decorrência da pandemia

Em função da pandemia do novo coronavírus, o Banestes vem atuando fortemente na economia, com o objetivo intrínseco de redução dos impactos econômicos nos vários setores da economia capixaba.

Em parceria com o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), o Banestes disponibilizou o montante de R$ 250 milhões para uma linha de Crédito Emergencial para empresas de todos os portes e setores industriais, com condições diferenciadas de parcelamento e taxas, visando a contribuir com a manutenção da capacidade financeira do setor produtivo. Até o momento, o Banestes já liberou mais de R$ 120 milhões em recursos, em um total de aproximado de 1.100 contratos. Além disso, estão em análise pelo Banestes outros quase 1 mil contratos, que chegam ao valor total aproximado de R$ 195 milhões.

Além disso, o Banestes detém a operação das linhas de crédito com garantia adicional do Fundo de Aval Bandes, anunciadas pelo Governo do Estado do Espírito Santo: Microcrédito Emergencial Covid-19, com taxa zero, e Capital de Giro Emergencial Covid-19, com taxa de CDI. As linhas dão suporte a micros e pequenos empreendedores, associações, cooperativas e sindicatos de agricultores familiares. Até o momento, já foram liberados um total de aproximado de R$ 2 milhões em propostas de crédito contratadas para tais linhas, e outras propostas seguem em análise e também em fase de captação.

Outras duas linhas são operadas pelo Banco neste cenário de pandemia: Nossocrédito Emergencial, uma atuação emergencial do Programa Nossocrédito que já liberou mais de R$ 9,4 milhões em recursos, e BNDES Crédito Pequenas Empresas, com a oferta de capital de giro para as empresas que faturam até R$ 300 milhões por ano.

Outra facilidade anunciada pelo Banestes foi a possibilidade de reparcelamento de operações de crédito em até 180 dias, condição única no mercado, tanto para clientes pessoa física (PF) quanto pessoa jurídica (PJ). O Banco expandiu ainda o período de isenção de juros no Cheque Especial PF para 15 dias. Ao total, o Banestes já realizou mais de R$ 400 milhões em repactuação de contratos.

Para o pagamento de contas, o Banestes anunciou a isenção na cobrança de juros para pagamentos de contas de consumo e de tributos realizados com o cartão de crédito Banescard em uma parcela. Para pagamentos parcelados em até seis vezes, foram reduzidas as taxas. Além disso, não será cobrado o valor de tarifa do serviço. O Banco baixou ainda os juros do parcelamento da fatura dos cartões de crédito Banescard e Banestes Visa.

Números e destaques do 1º trimestre de 2020

O patrimônio líquido do Banestes alcançou em 31/03/2020 o valor de R$ 1,6 bilhão, expandindo 2,1% em 12 meses. Em março de 2020, os recursos aplicados (total do ativo) contabilizaram o saldo de R$ 27,1 bilhões, expandindo 14,3% sobre a posição de dezembro de 2019 e 6,0% em doze meses.

A carteira de crédito ampliada registrou o saldo de R$ 7,3 bilhões, crescente 6,6% em relação à posição de dezembro de 2019 e 26,3% em doze meses. A carteira de crédito comercial (conceito Bacen) atingiu R$ 4,5 bilhões, expandindo 6,2% contra dezembro de 2019 e 11,3% em doze meses. Desse montante, R$ 2,9 bilhões (63,9%) são de operações com pessoas físicas e R$ 1,6 bilhão com pessoas jurídicas (36,1%). Da carteira de pessoa jurídica, 81,4% são concessões a micro, pequenas e médias empresas e 18,6% a grandes empresas.

O índice de inadimplência (> 90 dias) da carteira de crédito ampliada ficou em 2,2%. Enquanto a inadimplência (> 90 dias) da carteira de crédito comercial atingiu 3,5%. As operações com atraso superior a 90 dias no segmento de pessoa física atingiram 2,7%, enquanto, no segmento corporativo fechou em 4,9%.

O canal mobile segue como principal canal de transações para os clientes, com um total de 16 milhões de transações, expansão de 18,0% sobre o mesmo período de 2019. Os canais digitais (Internet Banking e Mobile) foram responsáveis por 5 milhões de transações financeiras, crescendo 33,0% na mesma comparação.

Os cartões de crédito e débito Banescard e Banestes Visa continuam a crescer em um ritmo expressivo, tornando-se cada vez mais importantes no portfólio de produtos da Instituição.

O Banestes manteve à disposição de seus clientes sua extensa rede de atendimento, presente em todos os 78 municípios do Estado do Espírito Santo, sendo em 19 deles o único banco com agência instalada. Ao todo, são 867 pontos de atendimento, compostos por 152 unidades de atendimento (entre agências e postos), 328 postos de atendimento eletrônico e 387 correspondentes Banesfácil.

No trimestre, foi investida em Tecnologia da Informação e Comunicação a quantia de R$ 3 milhões, proporcionando melhorias nos serviços bancários, como a modernização de sistemas de informação, da infraestrutura de comunicação, da segurança da informação e da rede de autoatendimento.

Tais investimentos têm o objetivo de possibilitar ao Banco soluções de negócio aderentes à transformação digital. Os trabalhos estão focados na ampliação de prestação de serviços pelos canais digitais, principalmente nos canais Internet Banking e BANESTES.Corp (ferramenta voltada para clientes Pessoa Jurídica) e nos canais Aplicativos Banestes, Banestes Cartões e Abre Conta Banestes.

Leia mais

Bandidos encapuzados roubam moto no Patrimônio do XV

Imagem ilustrativa Dois criminosos roubaram uma motocicleta na noite...

João Pedro entrega cestas básicas arrecadadas em live

O cantor veneciano, João Pedro, realizou nesta semana, a entrega de 70 cestas básicas arrecadadas durante sua última live #SonsDeBarzinho, realizada no dia 1º...

Programa habitacional entrega mais 464 unidades em São Paulo e Minas Gerais

Durante esta semana, em São Paulo, no Itaim Paulista, serão entregues cinco edifícios com 365 apartamentos que compõem...

Leia também

Ministério do Desenvolvimento Regional abre consulta para elaboração Carta Brasileira sobre Cidades Inteligentes

Até 7 de novembro, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) abre uma consulta pública para a elaboração dos objetivos estratégicos e das recomendações que...

LRF proíbe gestor de assumir despesas sem caixa suficiente

Diante da crise causada pela pandemia da Covid-19, o Congresso Nacional se viu obrigado a criar um socorro a estados e municípios para minimizar...

Usuários frequentes do SUS avaliam melhor os serviços de Atenção Primária à Saúde

Quem utiliza o Sistema Único de Saúde (SUS) com maior frequência avalia mais positivamente a qualidade dos serviços prestados na área de Atenção Primária...

Demora para escolher presidente da CMO atrasa votação de R$ 27,2 bilhões em créditos adicionais

A demora na Câmara dos Deputados para escolher o novo presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO) pode causar um certo impacto na economia...