Bandes reduz pela metade sua taxa de inadimplência

Compartilhe

A restrição de acesso ao crédito no futuro é uma das principais consequências que a inadimplência pode acarretar para o devedor, dificultando o acesso a linhas de crédito que seriam importantes para o crescimento empresarial. Pensando nisso, o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) realizou, em 2021, um feito ao reduzir em mais de 50% a taxa de clientes inadimplentes.

De acordo com o Balanço Anual 2021, o Bandes tinha, no início do ano, cerca de 7,4% de inadimplência e conseguiu reduzir este percentual para 3,2%, no fim de 2021. A redução é resultado de melhorias na captação de clientes, na concessão de crédito e das ações de renegociação, permitindo que o banco alcançasse o resultado histórico de R$ 50,1 milhões em seu lucro de 2021.

Segundo o diretor de Finanças do Bandes, Sávio Bertochi Caçador, as ações de recuperação de crédito foram eficientes para que o banco atingisse esse patamar no número de dívidas ativas, destacando-se as medidas de renegociações e cobranças imediatas após identificação do atraso.

“Em 2021, o banco conquistou um feito extraordinário graças ao nosso empenho em solucionar as pendências com nossos clientes. Assim, o aumento no rigor da concessão de crédito, buscando qualificar a carteira de crédito do banco; o estreitamento da régua de cobrança, com o aumento do número de notificações e ajuizamentos e reclassificação da matriz de risco de ativos problemáticos foram fatores importantes para que conquistássemos esses números reduzidos”, afirma Caçador.

Campanha Trato Feito

No início do ano, o Bandes iniciou a campanha Trato Feito para a regularização de dívidas que foram ajuizadas até o ano de 2017. A campanha é um feito inédito e único para o momento, com redução de juros e mora e parcelamentos de até 24 vezes a juros de 1% ao mês.

“Com a Trato Feito, estamos oferecendo uma excelente oportunidade para que os nossos clientes consigam regularizar suas dívidas junto ao banco. O principal objetivo da campanha, que tem condições inéditas e muito atrativas, é renegociar dívidas ajuizadas muito antigas e que o Bandes tenta recuperar há bastante tempo. Desse modo, acredito que esta campanha vai contribuir significativamente para que o Bandes atinja R$ 50 milhões em recuperação de crédito em 2022”, informa o diretor de Finanças do Bandes.

O processo de adesão à campanha é simples e feito totalmente pelo site do Bandes, contando com o apoio de uma equipe de especialistas financeiros do banco que analisam as melhores condições e fornecem propostas únicas para regularização de débitos com condições facilitadas, menos burocracia e mais agilidade no processo de quitação.

Serviço:
Regularização de dívidas processos ajuizados até dezembro de 2017
Link: bandes.com.br/tratofeito

Informações sobre linhas de financiamento:
www.bandes.com.br/emergencial
faleconosco@bandes.com.br

Leia também

Homem tenta roubar casal de idosos e é preso pela PM em São Gabriel da Palha

  Um homem de 45 anos foi detido por policias militares, na noite desta quarta-feira (22), em São Gabriel...

Barra de São Francisco fica em segundo nos Jogos Escolares do Espírito Santo em Guarapari

A seleção de futsal juvenil feminina representando o município de Barra de São Francisco nos Jogos Escolares do...

Com gol de Gabriel Teixeira, Grêmio derrota Londrina na Série B

O Grêmio retornou ao caminho das vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro ao bater o Londrina por...

Moto fica destruída após pegar fogo em Nova Venécia

  Um motocicleta pegou fogo na Avenida Guanabara, no início da tarde desta sexta-feira (24), na proximidades da Vila...

‘Tiraram meu TikTok’, diz Luva de Pedreiro em desabafo contra empresário

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - O influenciador digital Iran Ferreira, conhecido como Luva de Pedreiro, desabafou na noite...

Campeonato Municipal de Futebol Amador prossegue em Jaguaré

  O Campeonato Municipal de Futebol Amador de Jaguaré, realizado pela Prefeitura por meio da Secretaria de Esportes, teve...