Banco Central suspende serviços financeiros que seriam ofertados pelo Facebook no Whastapp

A Cielo comunicou nesta quarta-feira, 24, que suspendeu os serviços relacionados a transações de pagamento por meio do aplicativo WhatsApp, do Facebook, após determinações do Banco Central e do Conselho Administrativos de Defesa Econômica (Cade) na véspera.

“Na mesma data da recepção dos comunicados acima (do BC e do Cade), a Cielo tomou as providências adequadas e suspendeu os serviços”, disse a empresa de meios de pagamentos.

O WhatsApp, empresa controlada pelo Facebook, anunciou na semana passada que o Brasil seria o primeiro país a receber uma atualização do aplicativo que permitiria envio e recebimento de dinheiro, usando cartões cadastrados, além de pagamentos por produtos e serviços para contas do WhatsApp Business.

Banco Central – O BC mandou as bandeiras de cartões Visa e Mastercard, que haviam anunciado parceria com o WhatsApp, suspenderem o uso do aplicativo controlado pelo Facebook, para pagamentos e transferências, enquanto avalia eventuais riscos ao funcionamento do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

“A motivação do BC para a decisão é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato”, diz o BC em nota.

“O eventual início ou continuidade das operações sem a prévia análise do regulador poderia gerar danos irreparáveis ao SPB notadamente no que se refere à competição, eficiência e privacidade de dados”, segue o texto. “O descumprimento da determinação do BC sujeitará os interessados ao pagamento de multa cominatória e à apuração de responsabilidade em processo administrativo sancionador.”

Cade – Em outra frente, o Cade suspendeu a parceria da Cielo com o Facebook, que permitiria pagamentos pelo WhatsApp, alegando que ambas as empresas têm participação significativa do mercado.

A Cielo disse que manterá seus acionistas e o mercado informados sobre quaisquer atualizações relevantes relativas ao tema.

Facebook Pay – Os pagamentos pelo WhatsApp aconteceriam dentro de uma função chamada Facebook Pay, que extrapolaria os mesmos dados de cartão para uso em toda a família de aplicativos da empresa.

O movimento do Facebook aproxima a família de marcas ao que o WeChat faz na China, onde é responsável por uma revolução na maneira de pagar no país e atualmente é também rede social e uma plataforma de vendas.

Leia mais

Festa clandestina acaba com um homem esfaqueado em Ecoporanga

Um homem foi esfaqueado na região do abdômen durante uma festa clandestina realizada na noite desta sexta-feira, (18), no pacato município de Ecoporanga. O esfaqueado...

INDICADORES: Sexta-feira (28) registra alta no boi gordo em SP

A cotação da arroba do boi gordo termina a semana (28) com alta de 2,81% no preço e o produto é negociado a R$...

Protocolo de Nagoya pode atrair investimentos no Pará e ajudar na preservação da biodiversidade

O deputado federal Paulo Bengtson (PTB-PA) considera que a ratificação do Protocolo de Nagoya pode atrair investimentos para a região amazônica e contribuir para...

Inmet lança aplicativo em comemoração aos 111 anos

Desde 1909, o Instituto é responsável por monitorar e gerar informações meteorológicas, entre várias outras funções Foto: Agência Brasil O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet),...

Leia também

Nova Venécia aprova Casagrande e Bolsonaro

Pesquisa feita pelo Instituto Futura, entre os dias 05 e 06 deste mês, encomendada pela Rede Notícia, mostra que os moradores de Nova Venécia...

Diego Maradona morre aos 60 anos na Argentina

O ex-jogador argentino Diego Maradona morreu nesta manhã,...

Jornal informa morte de Maradona após mal súbito

De acordo com informações do Clarín, astro da seleção argentina e do Boca Juniors não resistiu a parada cardiorrespiratória e morreu aos 60 anos O...