Baleias e golfinhos dão show de saltos no litoral no Espírito Santo

 

Dias de sol brilhando no céu e de golfinhos e baleias dando um show à parte no mar. Assim foi o fim de semana de turistas e de pesquisadores que puderam ver de perto os saltos dos animais marinhos ao longo deste final de semana a 13 milhas da costa de Vitória.

Em vídeos, a educadora ambiental e pesquisadora Even Aguiar, que faz parte do projeto de conservação marinha Amigos da Jubarte, registrou os momentos em que os golfinhos e baleias apareceram.

No sábado (24), por exemplo, um grupo de cerca de 15 golfinhos da espécie tursiops truncatus, mais conhecida como nariz de garrafa, foram avistados.

“Eles são uma espécie comum aqui. Eles dão um show a parte nos passeios, acompanham o barco, saltam entre as baleias”, conta a pesquisadora.

Já neste domingo (25), foi a vez de as baleias jubarte brilharem. Nas imagens elas aparecem saltando e encantando turistas e pesquisadores.

“No final de um dos vídeos uma delas realiza dois comportamentos diferentes: a batida de cabeça e a batida de nadadeira peitoral, como se estivesse dando um tchauzinho para a embarcação”, observou Even.

A temporada turística de passeios para ver as baleias jubarte no litoral de Vitória teve início na semana passada.

Segundo Even, elas têm sido avistadas a cerca de 13 milhas da costa de Vitória, o equivalente a três horas de navegação.

No entanto, estão se aproximando cada vez mais. A expectativa é que dentro de algumas semanas as baleias já possam ser vistas após 40 minutos de navegação.

Neste domingo, mais de 30 saltos foram contabilizados. Even explica que não existe um motivo comprovado que explique a razão dos saltos. No entanto, eles encantam a quem os vê.

“Alguns saltos podem ser pra ensinar comportamentos aéreos aos filhotes. A mãe salta e em seguida o filhote repete tentando imitar. Alguns saltos são pra desgrudar uns organismos que ficam presos no corpo da baleia, que chamamos de cracas. Ela bate na água e os organismos desgrudam. Como a baleia chega a 40 toneladas o impacto na agua é forte. Outros saltos podem ser para atrair machos ou para comunicação mesmo. Daqui a um mês mais ou menos vamos ver filhotes imitando tudo que a mamãe baleia faz”, conta Even.

O projeto Amigos da Jubarte não vende passeios de observação de baleias, mas capacita agências de turismo a fazê-los. Um pesquisador sempre vai a bordo dos passeios para que ele ocorra de maneira sustentável e respeite a legislação ambiental.

Veja vídeos

Golfinhos são vistos no mar, em Vitória — Foto: Reprodução/Even Aguiar

Golfinhos são vistos no mar, em Vitória — Foto: Reprodução/Even Aguiar