Balanço dos serviços de telecom mostra crescimento expressivo da banda larga

Compartilhe

O Governo Federal, por meio da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), publicou o balanço de acessos aos serviços de telecomunicações de 2021. O ano foi marcado pela evolução do número de assinantes da banda larga fixa e móvel.

De acordo com o painel de dados da agência, os assinantes de banda larga fixa passaram de 36,3 milhões em dezembro de 2020 para 41,4 milhões em dezembro de 2021, crescimento de 14%, superando o aumento significativo de 10% observado entre os anos de 2019 e 2020. O destaque fica para os acessos com tecnologia de fibra ótica, que somavam 26 milhões ao final de 2021.

A base de assinantes da telefonia móvel também apresentou aumento no ano de 2021. Foram registrados 253,3 milhões de celulares em dezembro, crescimento de 8,2% comparado com os 234 milhões registrados ao final de 2020, consolidando tendência de alta que teve início em junho de 2020. No final do ano, o 4G representava 77,8% dos acessos (197,2 milhões de assinantes). No exercício, a participação dessa tecnologia teve um aumento de 13,5%.

O ano de 2021 também se destacou na telefonia móvel pelo início do envio de dados com a tecnologia 5G. As operadoras Tim, Vivo e Claro informaram um total de 1,2 milhão de acessos nesta tecnologia em dezembro de 2021. Cabe ressaltar que os atuais acessos 5G são do tipo DSS (Dynamic Spectrum Sharing), já que as faixas próprias para o 5G “puro” foram leiloadas em novembro de 2021 e estarão liberadas para uso em junho de 2022.

O serviço de telefonia fixa continua perdendo assinantes e fechou o ano de 2021 com 28,7 milhões de acessos, queda de 5,8% em relação ao ano anterior. Outro destaque da telefonia fixa é que em dezembro de 2021, pela primeira vez, os acessos das operadoras autorizadas (14,38 milhões) foram maiores que os das concessionárias (14,32 milhões).

Os serviços de TV por assinatura tiveram uma mudança no cômputo dos acessos durante o ano de 2021. Por força de decisão do Conselho Diretor no Acórdão nº 7/2019, as ofertas de TV denominadas “Livres” foram consideradas Serviço de Acesso Condicionado e desde julho de 2021 passaram a integrar a base de assinantes do Painel de Dados da Anatel. Assim, os serviços de TV por Assinatura fecharam 2021 com 16 milhões de acessos, o que significa um crescimento de 8,1% em relação ao ano anterior. No entanto, quando o efeito dos acessos “Livres” é desconsiderado, o número de acessos cai 10% neste ano, consolidando uma tendência de queda iniciada em 2015.

Confira aqui os dados disponíveis.

Balanço dos serviços de telecom mostra crescimento expressivo da banda larga

Os assinantes de banda larga fixa passaram de 36,3 milhões em dezembro de 2020 para 41,4 milhões em dezembro de 2021 Foto: Anatel

Leia também

Rancho Fundo e Santa Teresinha vencem e decidem o título de campeão da Copa Norte

A segunda rodada das semifinais da 16º Copa Norte, de futebol amador, realizadas no último sábado (02) e...

Operação da PF contra roubo de encomendas postais prende uma pessoa no Espírito Santo

A Polícia Federal realizou, nesta terça-feira (7), a Operação Nuntio, que cumpriu um mandado de prisão e um...

Cruzeiro vence no Mineirão e amplia vantagem na liderança da Série B

O Cruzeiro fez o trabalho de casa e derrotou o Sport por 2 a 1, na noite desta...

Curral Intermunicipal de Leilões no Polo Industrial está em fase de conclusão

O prefeito de Barra de São Francisco, Enivaldo dos Anjos anunciou, logo no início do seu mandato a...

Programa Calçamento Rural já liberou 27,3 mil m² de material para pavimentação em comunidades do interior

O prefeito de Barra de São Francisco, Enivaldo dos Anjos tem conseguido, junto ao Governo do Estado, acelerar...

Estados aprovam convênio e aplicam média que reduz preço do diesel

Os Estados da Federação aprovaram, nesta quinta-feira (30), o convênio que regulamenta a Lei Complementar 192/2022 e aplica...