Bahia recebe recursos para ações de prevenção e combate à violência contra a mulher

Bahia recebe recursos para ações de prevenção e combate à violência contra a mulher

O anúncio foi feito pela ministra Damares Alves durante visita ao terreno onde será construída, em 2021, a Casa da Mulher Brasileira Foto: MMFDH

O estado da Bahia receberá R$ 13 milhões de investimentos do Governo Federal em ações de prevenção e combate à violência contra a mulher. O anúncio foi feito pela ministra Damares Alves, titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), durante visita ao terreno onde será construída, em 2021, a Casa da Mulher Brasileira na capital baiana.

Segundo a ministra, a maior parcela dos recursos, cerca de R$ 10,5 milhões, será destinada ao projeto que integra o programa Mulher Segura e Protegida e garante serviços da rede de atendimento para as mulheres que estão em situação de violência.

O restante do repasse será investido na manutenção de ônibus, nas unidades produtivas de corte e costura, na aquisição de caminhão baú e de equipamentos para a reestruturação da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia.

“O objetivo de vir aqui não é só anunciar os recursos que estamos trazendo para a Bahia. É preciso unir esforços e ter um compromisso com essa pauta. A gente sonha com um país que seja o melhor do mundo para se nascer mulher. Ainda somos o pior da América Latina para se nascer menina. Mas é dessa forma aqui, todo mundo junto, que vamos transformar essa nação”, afirmou a ministra.

Campanha

A visita ao estado da Bahia faz parte das iniciativas da pasta para os 16 Dias pelo Fim da Violência Contra a Mulher, um movimento proposto pela Organização das Nações Unidas (ONU). A ação promovida neste período ocorre todos os anos, em mais de 150 países, com atividades de conscientização e mobilização.

No Brasil, os eventos são promovidos durante 21 dias. A programação começa de forma antecipada em 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, e vai até 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Com informações do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

Leia mais

Leia também