Avanço do sarampo em estados vizinhos alerta para manutenção da imunização

A queda nas coberturas vacinais, devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), é uma preocupação mundial. Em relação ao sarampo, a cobertura vacinal no Brasil tem registrado baixa e os casos avançam em 19 estados brasileiros.

Segundo dados disponibilizados pelo Ministério da Saúde, durante a Semana Epidemiológica 1 a 16 (29/12/2019 a 11/04/2020), o país registrou 2.805 casos confirmados de sarampo e três óbitos.

Embora no Espírito Santo não haja casos confirmados desde agosto de 2019, os três estados que fazem divisa com o Estado somam 669 casos e um óbito: Rio de Janeiro (659 casos e um óbito), Minas Gerais (7 casos); e Bahia (3 casos).

Segundo a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, da Secretaria da Saúde, Danielle Grillo, a realização da vacinação e a adesão do público são essenciais. “Pois assim, garantimos a devida proteção da população contra o sarampo e possibilitamos a interrupção da circulação do vírus no país”, destacou. 

A coordenadora lembra que, apesar da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), os serviços de vacinação estão mantidos. “O atraso das vacinações de rotina, principalmente das crianças, traz o risco de surtos de doenças. Lembramos que tanto para a vacinação de rotina quanto para outras estratégias que visem a interromper a cadeia de transmissão do sarampo, são adotadas medidas de proteção, buscando realizar a vacinação de forma segura e ao mesmo tempo minimizar o risco de disseminação da Covid-19”, pontuou. 

Além disso, Danielle Grillo faz o alerta para que “pessoas com sintomas respiratórios ou febre não compareçam para a vacinação, enquanto houver sintomatologia, devendo ser vacinados após a resolução do quadro”.

 

Dados sarampo 

De janeiro deste ano até o último dia 02 de maio, o Espírito Santo teve 22 notificações de casos suspeitos da doença. Desses, 21 foram descartados e um segue em investigação.

Segundo dados preliminares do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, a cobertura vacinal das crianças no ano de 2020 está abaixo da meta preconizada pelo Ministério da Saúde, que é de 95%. Na primeira dose da vacina tríplice viral, a cobertura está em 70,62% e, em 61%, na segunda dose da vacina.

 

A doença

O Sarampo é uma doença viral de elevada contagiosidade, cuja transmissão ocorre por meio de secreções nasofaríngeas, expelidas ao tossir, espirrar e falar. Casos graves podem levar ao óbito.

Os principais sintomas são febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular, coriza e congestão nasal, além de mal-estar intenso. Após esses sintomas, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias.

 

Esquema vacinal

Deve ser aplicada uma dose de vacina tríplice viral aos 12 meses de idade e uma dose de vacina tetra viral aos 15 meses de idade. Além disso, continua sendo administrada a dose zero da tríplice viral em crianças de 6 a 11 meses de vida, devido ao risco epidemiológico do sarampo.

Os indivíduos de 1 a 19 anos devem ter duas doses de vacina com o componente sarampo e rubéola. Para aqueles de 20 a 49 anos deve ser dada uma dose extra da vacina com o componente sarampo e rubéola, caso não tenham cartão de vacinação ou a última dose comprovada seja anterior a 23 de março de 2020. E aqueles de 50 a 59 anos de idade devem ter, pelo menos, uma dose da vacina contendo o componente sarampo.

Os trabalhadores da saúde devem receber duas doses da vacina tríplice viral, independentemente da idade.

 

Leia mais

Painel do Rio Doce alerta para um aumento de até 3,6°C na região afetada pela tragédia de Mariana

Relatório aponta que mudanças climáticas podem afetar o programa de recuperação da Bacia do Rio Doce. Região se tornou mais vulnerável depois do rompimento...

Bolsa Família: pagamento da 3ª parcela do Auxílio Emergencial começa nesta quarta (17)

Os integrantes do Bolsa Família começam a receber, nesta quarta-feira (17), a terceira parcela do Auxílio Emergencial do Governo Federal. Os repasses...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Sul do país tem tempo aberto e temperaturas amenas, nesta segunda-feira (3)

Previsão de tempo aberto com temperaturas amenas na região Sul do país, nesta segunda-feira (3), no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande...

Leia também

Governo cria grupo de trabalho para gerir distribuição de vacina contra a Covid-19

Com o avanço das pesquisas para o desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus, o governo brasileiro começa a preparar sua infraestrutura para...

ENTREVISTA: Abertura de mercados concentrados e reformas estruturantes: Paulo Ganime analisa os impactos de matérias em trâmite no Congresso Nacional

Estão em análise no Congresso Nacional alguns importantes projetos que podem mudar o rumo da economia brasileira. A abertura de mercados concentrados, como o...

FNP quer ISS à parte na reforma tributária, mas relator deseja unificar impostos de todos os entes federados

A comissão mista da reforma tributária recebeu, em audiência pública realizada na última semana (17), o presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) Jonas...

PEC dos Fundos deve ser votada na próxima semana

O Senado Federal deve, enfim, votar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 187/2019, que acaba com mais de 240 fundos públicos criados por lei...