Auxílio emergencial: fiscalização de combate ao recebimento ilegal é ampliada

O Ministério da Cidadania e a Receita Federal assinaram hoje (9) um acordo para ampliar a fiscalização de combate ao recebimento ilegal do auxílio emergencial de R$ 600 pago pelo governo federal durante o enfrentamento da pandemia da covid-19. A partir de agora, o processo de checagem para saber se o cidadão tem direito ao benefício também levará em conta o cruzamento de dados com a declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) de 2019.

Segundo a pasta, até a semana passada, o governo federal conseguiu recuperar R$ 57,5 milhões que foram recebidos por pessoas que não se encaixam nos critérios estabelecidos. Os dados também mostram que dos 65,4 milhões de beneficiados pelo programa, apenas 0,44% não poderiam ter recebido o auxílio.

De acordo com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, o acordo vai permitir um suporte extra para aplicação efetiva dos recursos públicos destinados ao pagamento das parcelas do auxílio.

“Nós temos índices muito positivos em todas as medições feitas, quer seja pela CGU [Controladoria-Geral da União], quer pelo Tribunal de Contas da União, quer pelo acompanhamento que a Receita Federal tem feito. Já chegamos a 125 milhões de pessoas que, direta ou indiretamente, estão beneficiadas pelo auxílio emergencial”, afirmou.

No Portal da Transparência é possível verificar quem recebeu o auxílio e denunciar o recebimento indevido. A pesquisa pode ser feita por nome, CPF (Cadastro de Pessoa Física), localidade e mês de pagamento.

Também foi criado um site para o cidadão devolver o auxílio recebido irregularmente. Segundo o ministério da Cidadania, até o dia 3 de junho, 64 mil pessoas emitiram Guias de Recolhimento da União (GRU) para devolução dos valores.

FONTE: Agência Brasil 

Auxílio de R$600: próximos pagamentos serão automáticos para quem já tem o benefício

Câmara aprova projeto que impede bloqueio do auxílio emergencial

Auxílio emergencial: fiscalização de combate ao recebimento ilegal é ampliada

 

Leia mais

Mais um suspeito de tráfico de drogas é preso em Barra de São Francisco

Policiais militares do 11º Batalhão prenderam nesta segunda-feira (17), mais um homem suspeito de tráfico de drogas no bairro Colina, em Barra de São...

Ficha suja: 60 vezes Barra de São Francisco

Barra de São Francisco aparece 60 vezes na lista de gestores com contas rejeitadas que foi entregue à justiça eleitoral. A entrega aconteceu em...

Sejus inicia produção de máscaras descartáveis para servidores da segurança pública

A Secretaria da Justiça (Sejus) iniciou, nesta quinta-feira (16), a produção em larga escala de máscaras...

Leia também

SE: Três projetos vão para a final da mostra nacional do Inova Senai 2020

Três projetos sergipanos foram aprovados para a final da mostra nacional do Inova Senai 2020. Alunos e instrutores das unidades do SENAI de todo...

Mato Grosso é o segundo estado com mais equipes finalistas no Inova Senai 2020

O estado do Mato Grosso está na final da mostra nacional do Inova Senai 2020. Foram aprovados nove projetos, ficando atrás apenas de São...

Paraná tem três projetos aprovados na etapa nacional do Inova Senai 2020

Em segundo lugar no ranking geral do Índice FIEC de Inovação dos estados, o Paraná está na final da mostra nacional do Inova Senai...

RR: Produto alimentício e sistema de segurança para o trabalhador foram os projetos selecionados para a final da mostra nacional do Inova Senai 2020

Roraima teve dois projetos aprovados para a final da mostra nacional do Inova Senai 2020. Os trabalhos escolhidos para a nova etapa foram o...