Auxílio de R$600: Governo confirma quais CADASTROS estão com suspeita

Ministério da Cidadania fez uma parceria com o Ministério Público Federal e a Polícia Federal para evitar e punir fraudes no pagamento e concessão do auxílio emergencial de R$600.

De acordo com dados do Ministério da Cidadania, mais de 1,3 milhão de cadastros de pessoa física (CPFs) estão sendo analisados.

Em nota, o ministério informou que a ação mira em grupos organizados que agem para burlar os sistemas usados para filtragem dos dados das pessoas que podem receber o benefício.

Também fará parte da ação a Caixa Econômica Federal, que será responsável por identificar e informar saques feitos de maneira irregular, por pessoas que não são titulares do benefício, saques com cartões clonados ou acesso indevido às contas beneficiadas.

“Mesmo com o nosso altíssimo índice de acerto no pagamento do auxílio emergencial, ainda há grupos criminosos que insistem em burlar o sistema.

Então, essa parceria vai aumentar os instrumentos de controle a partir do cruzamento de informações para encontrarmos e punirmos esses criminosos”, afirmou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Leia mais

Centro de Acolhimento e Atenção Social sobre Drogas (CAAD) retoma atendimento

A Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), por meio da Subsecretaria de Políticas sobre Drogas, informa que...

Após Luisa Sonza, Wesley Safadão também testa positivo para covid-19 e adia live

Wesley Safadão é mais um dos artistas a...

Espírito Santo lança edital para que startups apresentem soluções aos desafios da gestão pública

Chegou a oportunidade das empresas de base tecnológica – as startups -apresentarem soluções inovadoras ao Governo do Espírito Santo para os desafios enfrentados em diversas...

Instituto Federal do Amazonas produz máscaras para combate ao coronavírus

Máscaras serão distribuídas aos profissionais da saúde – Foto: Reprodução/Ifam O...

Leia também

Número de casos de Covid-19 voltará a aumentar no ES, diz secretário de Saúde

O número de casos de Covid-19 voltará a...

Projeto de lei prevê punição para quem hostilizar profissionais de imprensa

Projeto de Lei apresentado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES), pretende criminalizar a hostilização aos profissionais de imprensa. De acordo com o PL 4.522/2020, hostilizar...