Auxílio de R$600: Até mortos constam no cadastro de beneficiários. Governo começa a realizar cortes

Segundo o relatório do Tribunal de Contas da União, obtido pela “Folha de São Paulo”, nada menos que 565,3 mil beneficiários do auxílio emergencial foram excluídos do cadastro do governo no mês de maio. O motivo foi que os beneficiários não tinham direito ao benefício.

Essas pessoas receberam a primeira parcela em abril, no entanto, após ajustes no processamento de dados, constatou-se que não cumpriam os requisitos necessários para obtenção do auxílio.

Documentos do Ministério da Cidadania enviados à corte, mostram diversos motivos para o afastamento dos beneficiários. Há casos em que os requerentes constam do cadastro de mortos da Receita Federal, moram no exterior, integram a população carcerária ou têm mandado de prisão em aberto.

Ainda, há situações em que o beneficiário teve o auxílio cancelado por via judicial ou administrativa, ou mesmo solicitou voluntariamente que ele não fosse pago.

O relatório do TCU compila informações sobre o auxílio emergencial em maio. O documento será levado ao plenário pelo relator, ministro Bruno Dantas, durante julgamento nesta quarta (8).

Mortos recebiam o auxílio emergencial

A finalidade desse acompanhamento é subsidiar diferentes órgãos, como a Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, com dados a respeito do auxílio emergencial.

O relatório julgado na semana passada pelo tribunal, com mais detalhes sobre as fraudes no pagamento, mostrou que 17 mil mortos constam no cadastro de beneficiários. Aposentados do INSS, do Banco Central e da Justiça Federal, e servidores federais, também estavam na lista. Até abril, foram somados R$ 427,3 milhões de pagamentos indevidos.

O Tribunal de Contas da União determinou que o governo busque o ressarcimento dos valores. Na semana passada, decidiu enviar ao Ministério Público Federal a lista de possíveis fraudadores para a tomada de providências no âmbito penal.

Leia mais

Plano Safra atende produtores em todo País

Produtor rural André Figueiredo Dobashi tomou recursos de custeio do Plano Safra para comprar insumos à vista. Foto: Reprodução A safra 2020/2021 começou e os produtores...

Moradores de Águia Branca reclamam da falta de iluminação em bairro

Moradores do Bairro João Paulo II, entraram em contato com o Blog do Markinho Cruz para reclamar da falta de iluminação pública na rua...

Capes investe em bolsas para auxiliar no combate ao novo coronavírus

Programa de Combate a Epidemias vai investir em bolsas nas áreas de saúde, biologia e exatas ...

Auxílio emergencial para setor cultural será feito via Plataforma +Brasil

Recurso está previsto pela lei “Aldir Blanc”. Foto: Ministério do Turismo Estados e municípios interessados em receber os recursos previstos pela Lei Aldir Blanc, que...

Leia também

Bandido é preso após furtar clínica no centro de Mantena

O bandido já havia furtado a Clínica nesta  sexta feira, (18), a polícia esteve presente e  não conseguiu localiza-lo indo embora, porém o larápio ...

Carro capota e em seguida pega fogo em mais um acidente na reta do Maia, em Barra de São Francisco

Mais um acidente foi registrado na reta do Maia, em Barra de São Francisco, na madrugada deste sábado (19). De acordo com informações do Corpo...

Comandante-geral da PM realiza reunião de trabalho em unidades do norte e noroeste do Estado

Nesta sexta-feira (18), o Comandante-geral da Polícia Militar do Espírito Santo, coronel Douglas Caus, realizou reuniões de trabalho no 11º BPM em Barra de...

Brasil: delegado se nega a usar máscara e saca arma para fazer ameaças

Um delegado da Polícia Civil foi preso na...