Autoridades e políticos lamentam ameaças contra equipes de reportagem no Espírito Santo

 

Uma equipe de reportagem da TV Gazeta, afiliada da TV Globo no Espírito Santo, estava no bairro Planalto Serrano, na Serra, na Grande Vitória, para cobrir um tiroteio registrado no início da manhã desta terça-feira (3), e foi ameaça por criminosos.

A ameaça aconteceu ao vivo durante a participação da equipe no Bom Dia ES. Outra equipe de reportagem, da TV Tribuna, também sofreu ameaças no local. Nenhum profissional ficou ferido e ninguém foi preso.

O caso gerou repercussão entre autoridades, políticos e entidades. Veja o que foi dito:

  • Renato Casagrande (PSB), governador do Espírito Santo: “Lamentamos profundamente episódio ocorrido com moradores e equipes de TVs ameaçadas por criminosos hoje na Serra. Não há espaço para esses atos no ES. Mobilizamos nossas forças segurança para identificação/punição dos responsáveis. Trabalhamos incansavelmente para edução da violência.”
  • Rede Gazeta: “A Rede Gazeta lamenta o episódio de violência sofrido pelas equipes da TV Gazeta e da TV Tribuna. Também se solidariza com todos os cidadãos que, dia após dia, se veem reféns da criminalidade e da ousadia de bandidos. A Rede Gazeta destaca, ainda, que segue um código de conduta para preservação de seus funcionários. O nosso jornalismo não se intimidará com este episódio e continuará atuando, com precisão e equilíbrio, a favor da sociedade.”
  • Erick Musso (Republicanos), presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo: “Qualquer tipo de ameaça ou intimidação ao trabalho de equipes de reportagem em sua missão de informar a população deve ser combatida com veemência pelas autoridades estaduais constituídas. A Assembleia Legislativa, por meio de sua Comissão de Segurança, vai acompanhar atentamente o caso de Planalto Serrano e se coloca à disposição das forças de segurança pública do estado para auxiliar, dentro de suas atribuições, no combate a violência em todo território capixaba.”
  • Sergio Vidigal (PDT), prefeito da Serra: “Nosso respeito e solidariedade aos profissionais da TV que estavam hoje cedo em Planalto Serrano e a todos os moradores do bairro que não merecem passar por esse tipo de situação.”
  • Fabiano Contarato (Rede), senador: “Nossa total solidariedade às equipes das TVs Gazeta e Tribuna, ameaçadas por bandidos hoje na Serra. A liberdade de imprensa e a segurança de cada cidadão se impõem. O governo do estado mobilizou forças de segurança, e esperamos punição. Basta de violência!”
  • Amaro Neto (Republicanos), deputado federal: “Manifesto às equipes das TVs Gazeta e Tribuna o meu sentimento de horror e revolta diante da grave ameaça de bandidos a que foram submetidos na manhã de hoje (02), em Planalto Serrano, município de Serra. O trabalho da imprensa, para além do registro dos fatos, é fundamental para cobrar ações eficazes do poder público, diante de atitudes cada vez mais audaciosas dos criminosos. E foi no exercício da profissão que nossos colegas se viram em risco de vida, causando medo e preocupação a quem acompanhava tudo ao vivo. O jornalismo não irá se calar. Precisamos e aguardamos garantias para que nosso trabalho possa ser executado em segurança. Aos colegas Suzy Faria, Sérgio Porto, Diony Silva e Fernando Estevão nosso abraço e solidariedade.”

 

Leia mais

Leia também