Aulas presenciais da rede estadual do ES serão retomadas nesta terça

As aulas presenciais da rede estadual de educação do Espírito Santo serão retomadas nesta terça-feira (13).

O retorno foi anunciado pelo Governo do Estado no final de setembro. As prefeituras que quiserem também estão autorizadas a retomar o ensino presencial nas redes municipais a partir de terça. Na Grande Vitória, a maioria dos municípios optou por não retornar em 2020.

As escolas da rede particular voltaram com as aulas presenciais na última semana. O retorno nelas segue a mesma regra das redes municipais, a escola que não quiser voltar, pode seguir apenas com o ensino remoto.

As aulas presenciais estavam suspensas no estado desde meados de março por conta da pandemia do novo coronavírus.

As secretarias da Saúde (Sesa) e da Educação (Sedu), deram início ao inquérito sorológico escolar, que tem por objetivo estimar o percentual de estudantes e trabalhadores da área da educação infectados pelo coronavírus.

Os municípios selecionados que trazem a representação populacional capixaba são Afonso Cláudio, Alegre, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Linhares, Marataízes, Nova Venécia, Santa Maria de Jetibá, São Mateus, Serra, Vila Velha e Vitória.

A Sedu disponibilizou o “Guia da Família” para o retorno às aulas presenciais. No guia, publicado no site da secretaria e encaminhado às escolas, os pais e responsáveis pelos alunos são informados sobre este momento de retorno e os protocolos sanitários a serem seguidos.

O documento contém todas as informações de como será o retorno escalonado no modelo híbrido, os protocolos de sala de aula e refeitório, as funções da equipe gestora e o compromisso das famílias, como, por exemplo, observar se o aluno apresenta perfeito estado de saúde na semana em que participará da aula presencial.

A secretaria orienta no guia que caberá à família fazer a escolha em relação à presença ou não de seus filhos na unidade educacional. Seja na escola ou de forma remota, todos os estudantes continuarão tendo acesso aos mesmos conteúdos pedagógicos, assim como já vem sendo feito por meio do Programa EscoLAR.

O retorno das atividades presenciais nas escolas públicas estaduais acontecerá de forma gradual, em etapas e com revezamento, alternando momentos presenciais e não presenciais, e com um número menor de estudantes por turma/sala, considerando o distanciamento físico e as medidas de segurança.

O regime de revezamento consiste na alternância semanal, em que cada turma será dividida em 50% de estudantes em estudos presenciais e 50% em estudos não presenciais, por meio das atividades pedagógicas não presenciais e dos recursos disponibilizados pelo Programa EscoLAR.

Fonte: G1 ES

Leia mais

BA: Projeto de esterilização de livros por ozônio é premiado em torneio nacional de robótica com foco no combate à pandemia

Com o objetivo de reduzir o impacto causado pela Covid-19 no empréstimo de livros, a equipe Robolife, do SESI Candeias, na Bahia, desenvolveu uma...

Caixa reduz taxas de juros e possibilita pausa no pagamento de dívidas

A CAIXA anunciou, nesta quinta-feira (19), novas medidas...

PM que agrediu frentista no Espírito Santo tira nova licença médica e continua afastado das funções

Sargento Clemilson Silva de Freitas já estava sem trabalhar há quase 150 dias, desde que foi flagrado batendo em uma frentista, em janeiro deste...

Leia também

Ministério do Desenvolvimento Regional abre consulta para elaboração Carta Brasileira sobre Cidades Inteligentes

Até 7 de novembro, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) abre uma consulta pública para a elaboração dos objetivos estratégicos e das recomendações que...

LRF proíbe gestor de assumir despesas sem caixa suficiente

Diante da crise causada pela pandemia da Covid-19, o Congresso Nacional se viu obrigado a criar um socorro a estados e municípios para minimizar...

Usuários frequentes do SUS avaliam melhor os serviços de Atenção Primária à Saúde

Quem utiliza o Sistema Único de Saúde (SUS) com maior frequência avalia mais positivamente a qualidade dos serviços prestados na área de Atenção Primária...

Demora para escolher presidente da CMO atrasa votação de R$ 27,2 bilhões em créditos adicionais

A demora na Câmara dos Deputados para escolher o novo presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO) pode causar um certo impacto na economia...