Aulas online da rede estadual começarão a valer como carga horária letiva em julho

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (25), o governador do Estado Renato Casagrande e o secretário de Educação Vitor de Ângelo informaram que a partir do dia 01 de julho as atividades oferecidas no Programa Escolar, via aplicativo, internet e TV, vão passar a valer como carga horária do ano letivo dos estudantes da Rede Estadual.

Com a pandemia do coronavírus, alunos capixabas já estão há mais de três meses com aulas presenciais suspensas, completando em julho, 100 dias de suspensão das atividades nas escolas.

Segundo o governador, os protocolos continuam sendo avaliados para uma possível retomada das aulas presenciais, mas ainda não há definição de data. Isso só será possível, quando os dados da Saúde e os profissionais orientarem a segurança do retorno das atividades.

Casagrande garantiu que julho continuará sem aulas presenciais em todo o sistema de educação, por conta do crescimento dos casos de covid-19 no Estado.

Avaliações

De acordo com o secretário de educação a ferramenta do Programa Escolar permite que a equipe de professores e pedagogos consigam acompanhar o desenvolvimento dos estudantes. Vitor adiantou que em julho serão feitas avaliações online com os alunos para aferir o que já foi aprendido durante esses meses de programa.

A princípio, segundo Vitor, as provas serão feitas com os alunos que têm condições tecnológicas de realizar as atividades. O estudante que não tiver acesso poderá fazer depois, quando as aulas presenciais forem retomadas nas escolas.

Alunos do ensino fundamental deverão fazer as avaliações apenas quando as aulas presenciais retomarem.

Readequação curricular e novas normas

As novas diretrizes do Programa Escolar, de acordo com o secretário, serão divulgadas em breve e poderão ser compartilhadas com os 78 municípios do Espírito Santo. A readequação curricular também deve integrar essa série de normativas.

Capacitação

Vitor de Ângelo informou ainda que professores vão passar por formações para as novas metodologias que serão aplicadas.

Protocolo sanitário para retomada de aulas

Um grupo de discussão para definir protocolos sanitários, visando a volta segura das aulas presenciais, foi formado em parceria com representantes da rede privada de ensino do Estado, segundo o secretário. O planejamento está em fase de finalização e deve ser divulgado em breve.

Levantamento

De acordo com o secretário, o Programa Escolar teve 70% de adesão entre os alunos da rede. Ele reforçou que o Estado sabe que nem todos os alunos são atingidos pelas atividades online, e por isso o planejamento também conta com outros tipos de tarefas, como a disponibilização de materiais para que as famílias busquem nas escolas, respeitando os protocolos de logística de cada instituição.

Haverá reprovação por falta?

A presença dos estudantes também será avaliada, mas segundo o secretário, tudo ainda está sendo discutido. Até o momento não há um consenso entre o grupo de trabalho se a frequência será incluída nos critérios de aprovação ou reprovação do ano letivo, mas a participação dos alunos será monitorada.

Local adequado para estudo

Segundo um levantamento apenas 30% dos alunos tem local confortável, com mesa e outros elementos que classifiquem como um ambiente adequado para o estudo.

“Não podemos ficar reféns da pandemia”

Casagrande pontuou que as medidas que estão sendo tomadas, acontecem por conta da situação extraordinária de saúde vivida atualmente. Segundo ele, o principal, no momento, é manter o contato entre alunos, família e professores. “Estamos trabalhando e orando para voltar em agosto, mas pode ser que não. Não podemos ficar reféns da pandemia. Estamos limitados, mas estamos buscando alternativas”, disse o governador.

Aprimoramento das tecnologias

Vitor de Ângelo também salientou que as escolas estão recebendo melhoras nas redes de Wifi e que o aplicativo do Programa Escolar terá ajustes para aprimorar o contato e a transmissão de conteúdo.

O que vai determinar a volta das aulas presenciais?

De acordo com Casagrande, o índice de transmissão da doença vai definir quando as aulas presenciais poderão ser retomadas.”É preciso que fique abaixo de 1 para termos a redução da pandemia”, reforçou o governador. Ele apontou ainda que tudo deverá ser feito com cautela para não prejudicar nem alunos, nem servidores, funcionários e professores.

Dúvidas pelo Whatsapp

O secretário de Educação disse que como grande parte dos alunos não tem acesso ao aplicativo e as aulas remotas, há relatos de professores tirando dúvidas até pelo Whatsapp. Vitor exaltou o trabalho e a criatividade dos profissionais e apontou que a educação brasileira vive por uma fase de reinvenção.

Calendário

Segundo Vitor, o novo calendário terá atividades presenciais e remotas. Será um sistema híbrido, que vai ser avaliado diariamente e poderá sofrer mudanças de acordo com o comportamento da pandemia. O secretário garantiu que mesmo que as escolas fiquem fechadas, as atividades serão computadas para o ano letivo.

Retomada em parceria com a rede privada

“Nosso desejo é chegar a um ponto de retomar as aulas todas ao mesmo tempo, no Estado todo. Mas a realidade pode nos impor a uma outra reflexão. A decisão será tomada com os municípios e as escolas da rede privada”, disse Casagrande.

Alunos fora do programa remoto

De acordo com o secretário, 15% dos estudantes da rede não foram encontrados pela Sedu para participar do Programa Escolar. Ele reforçou que essas pessoas não foram abandonadas e devem ser incluídas em outra fase dos planejamentos da secretaria.

Novo ministro da Educação

Sobre a nomeação do professor Carlos Alberto Decotelli da Silva para o cargo de ministro da Educação, anunciada nesta quinta-feira (25), o governador Renato Casagrande disse que espera que seja uma gestão ‘estável, equilibrada e de bom senso’.

“É fundamental que a gente tire o componente ideológico do debate educacional, para que a gente de fato avance nas oportunidades para todos os brasileiros”, disse o governador.

O secretário Vitor de Ângelo desejou sorte e que o trabalho no ministério seja baseado no diálogo.

Informações: Folha Vitória

Leia mais

Detran|ES adota medidas para prevenir a transmissão do novo coronavírus

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo...

Sicoob ES reduz taxa de juros e disponibiliza mais de R$ 3 bilhões para prorrogação e renegociação de dívidas

As pessoas físicas, empresas, profissionais liberais e autônomos,...

Nova Venécia bate meta de vacinação contra a Influenza e prepara segunda fase

Nova Venécia está entre os nove municípios que...

Governo entrega investimentos para infraestrutura agrícola do Espírito Santo

Foto: Hélio Filho/Secom O Governo do Estado segue realizando...

Leia também

Assessoria de Casagrande diz que responsável por postar vídeo de festa já foi identificado

Video, que, segundo o governo, é de 2017, foi publicado nas redes sociais como se fosse atual. No Twitter, Casagrande disse que responsáveis serão...

Espírito Santo chega a 1.803 mortes e 53.393 casos confirmados de Covid-19

Na comparação com os dados divulgados neste sábado (4), o aumento é de 22 mortes e 569 novos casos da doença. Até o momento,...

Meteorologistas alertam para risco de novo ciclone no Sul

Há possibilidade de um novo ciclone no sul...

Homem com mandado de prisão em aberto é preso em Ecoporanga

Na última sexta-feira (03.07), os militares de Ecoporanga receberam a informação de que um cidadão estaria com mandado de prisão em aberto e que...