Auditores do Estado abordam técnicas para identificação de fraudes em artigo publicado na Revista da CGU

Técnica utilizada para identificar fraudes em compras governamentais é o tema do artigo de autoria dos auditores do Estado, Fabiano da Rocha Louzada e Frederico Pinto de Souza, publicado na edição de junho da Revista da CGU (Controladoria Geral da União). No trabalho, com o título “Detectando conluio em compras governamentais: Uma abordagem utilizando red flags e a Teoria Dempster-Shafer”, os auditores desenvolvem uma abordagem que permite identificar e agregar evidências para reconhecer as licitações nas quais pode ter ocorrido conluio entre os licitantes.

Os autores explicam que a proposta tende a gerar benefícios sob o ponto de vista da investigação, pois permite o direcionamento dos esforços para áreas onde existe maior conjunto de elementos probatórios, e também do ponto de vista da tecnologia, uma vez que viabiliza a combinação de evidências geradas a partir do emprego de diversas técnicas automatizadas.

Confira o artigo completo: https://bit.ly/ArtigoCGU

A Revista da CGU é um periódico científico voltado à difusão e promoção do conhecimento e da pesquisa voltado para temas como políticas anticorrupção, controle interno e auditoria, transparência e controle social e integridade e ética pública. A seleção dos artigos passa por uma análise rigorosa, a cargo de Conselho Editorial formado por professores doutores de todas as regiões do País.Em sua 21ª edição, a Revista – que tem publicação semestral – trouxe nove artigos.

Leia a Revista da CGU na íntegra clicando AQUI

A técnica descrita pelos auditores Frederico Pinto de Souza e Fabiano da Rocha Louzada é utilizada na Secretaria de Controle e Transparência (Secont) por meio do Monitoramento Informatizado de Fraudes e de Controles Internos, o Projeto Sentinela, que tem como um de seus principais produtos um sistema voltado para a prevenção de fraudes em licitações públicas.

A proposta do Sentinela é promover uma nova abordagem no controle das contas públicas. O foco não é a punição, mas sim a melhoria dos processos, visando a corrigir os erros, garantir a aplicação das normas e evitar fraudes.

Por meio da utilização do software, os dados das licitações – empresas participantes e vencedores, entre outros – são cruzados e analisados para a realização de testes de compliance (verificação da eficácia no cumprimento de controles internos) e o monitoramento de condições que possam indicar o risco de ocorrência de fraudes.

As informações levantadas são utilizadas como fonte para subsidiar a implantação de normas e procedimentos que sejam capazes de evitar a repetição das inconformidades detectadas, diminuindo o risco de fraudes em futuros processos licitatórios.

 

Leia mais

Motocicletas clonadas na mira da Polícia em Barra de São Francisco

Na noite desta quarta-feira (13), durante patrulhamento, a equipe de motopatrulha do 11º BPM de Barra de São Francisco, avistou uma motocicleta sendo estacionada...

Com trio elétrico, voluntários arrecadam alimentos para doação na Grande Vitória

Ação já percorreu mais de 30 bairros. Alimentos arrecadados são doados para famílias que precisam durante a pandemia do novo coronavírus. Por Diony Silva, TV...

Brasil já registra 482.102 pessoas curadas da Covid-19

Número representa praticamente a metade do total de casos acumulados no País. – Foto: ...

Idaf contrata empresa para agilizar cadastro de 59 mil propriedades rurais no Espírito Santo

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) deu início às atividades do contrato com a empresa terceirizada, contratada para realizar...

Leia também

Missa de São Camilo de Lellis será transmitida no Facebook da Rede Notícia

A coordenadora de Pastoral da Saúde do Hospital São Marcos, Ângela Maria Marques ...

Programa de bonificação incentiva produzir mais leite no inverno

Sempre preocupada em oferecer as melhores condições aos...

Instituto EDP lança 5º edição do Projeto Educação Empreendedora, que beneficiará 2.500 estudantes

Iniciativa ajudará escolas da rede pública do Espírito Santo a lidar com os efeitos da pandemia...

Oficinas artísticas da Secretaria de Cultura e Turismo de Nova Venécia acontecem pela internet

Os alunos das oficinas artísticas da Secretaria Municipal...