Atentado na Síria deixa 15 mortos


Grupos extremistas voltaram a praticar atentados na Síria, com bombardeios realizados pelos extremistas da chamada Liga pela Libertação do Levante, a antiga Frente de al-Nousra, a partir de suas posições na província de Idlib, no norte, informa a Prensa Latina.

Os feridos foram internados no hospital municipal de Suqlbieh e, de acordo com a equipe médica deste centro, a maioria dos feridos está em estado grave, incluindo um bebê.

Em Idlib, organizações extremistas que lutam sob a égide da Liga pela Libertação do Levante são implantadas e frequentemente bombardeiam posições militares e comunidades civis, violando assim o cessar-fogo declarado pela Turquia e pela Rússia naquela província.

O exército sírio conseguiu em suas operações durante 2020 liberar 56 por cento de Idlib, mas os extremistas ainda mantêm posições, controlando quase a metade do território dessa província. 

(Foto: HispanTV)

Leia mais

Leia também