Ataques a civis em Moçambique são hediondos, diz ONU

“As Nações Unidas reafirmam a sua solidariedade e apoio contínuo ao governo de Moçambique nos seus esforços para proteger os civis, restaurar a estabilidade e levar os autores destes atos hediondos à justiça”, destacou  nesta terça-feira (30), o porta-voz chefe do secretário-geral da ONU, António Guterres.

“Estamos profundamente preocupados com a situação ainda em evolução em Palma”, revelou Dujarric, acrescentando que os ataques iniciados na quarta-feira teriam matado dezenas de pessoas, incluindo algumas em um hotel onde se abrigaram.

“Condenamos veementemente os ataques e estendemos as nossas profundas condolências às famílias das vítimas e ao governo de Moçambique. Continuamos a coordenar estreitamente com as autoridades no local para ajudar as pessoas afetadas pela violência.”

Na semana passada, um porta-voz da organização mundial expressou preocupação com a violência na província de Cabo Delgado, no extremo norte de Moçambique, levando a uma rápida deterioração da situação humanitária da região. A cidade de Palma na província está perto de um projeto internacional de gás de US$ 20 bilhões, informa a Xinhua.

 

 

(Foto: Diário do Povo)

Leia mais

Leia também