Associação sugere espaços cercados para pequenos grupos em eventos no Espírito Santo

Após o Governo do Espírito Santo prorrogar até 31 de dezembro a proibição para boates e casas de shows abrirem as portas para o público, representantes do setor estiveram reunidos com membros do governo estadual, nesta quinta-feira (3), para apresentarem uma proposta com medidas de proteção, para que eventos possam voltar a ser realizados no estado.

Entre as medidas sugeridas pela Associação Brasileira dos Produtores de Eventos (Abrape) está a organização da plateia em um formato conhecido como “lounge”, que são pequenos espaços cercados e que mantêm um certo distanciamento entre eles. Tal formato já tem sido adotado por organizações de shows em alguns países, como a Inglaterra, por exemplo.

A ideia é que esses lounges sejam ocupados por pequenos grupos, formados apenas pelas pessoas que chegaram juntas ao evento, justamente para evitar a interação entre muitas pessoas. Cada um dos espaços abrigam de quatro a cinco pessoas e ficam longe dos demais espectadores.

Pela proposta da Abrape, o Corpo de Bombeiros deve avaliar e emitir um alvará, limitando a capacidade de público. Além disso, os espaços devem ser com ventilação natural, cercados e isolados.

Informações: Folha Vitória

Leia mais

Leia também