Associação médica alerta para caos na saúde do Espírito Santo

Em nota, a Associação Médica do Espírito Santo (Ames) informou que o sistema de saúde público do estado está em “um caos” em meio à pandemia da Covid-19.

Segundo Leonardo Lessa Arantes, presidente da entidade, há um “desmonte” das equipes de especialidades médicas nos hospitais públicos da Grande Vitória, em razão da prioridade aos atendimentos de pacientes com o novo coronavírus.

“Recebemos várias denúncias de médicos especialistas e suas equipes que simplesmente foram removidas de suas funções e com isso os pacientes crônicos das mais diversas doenças, foram abandonados. Diversos pacientes, seja em tratamentos de câncer, cardíacos, portadores de doenças neurológicas e ortopédicas estão desassistidos.”

Ele completou:

“Estamos falando de excelentes especialistas que foram retirados das suas funções e designados de forma irresponsável para o atendimento ao coronavírus sem o devido treinamento e orientação e sem a opção de recusar – em caso de recusa são desligados.”

Há ainda denúncias sobre a falta de equipamentos de proteção individual (EPIs) e de testagem para Covid-19 em profissionais da saúde.

O governo do estado nega. De acordo com a Secretaria da Saúde do Espírito Santo, o sistema não colaborou.

Leia mais

Sedu propõe ‘Pedagogia de Projetos’ como estratégia metodológica de trabalho

A Secretaria da Educação (Sedu) propôs a “Pedagogia de Projetos” como uma estratégia metodológica de trabalho...

Fiocruz dá início às operações da Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19

Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 da Fiocruz terá capacidade para processar 15 mil testes diariamente. Foto: Banco de imagens Uma cerimônia, nesta segunda-feira...

Governo Federal distribui 53 milhões de equipamentos de proteção a profissionais de saúde

Equipamentos proporcionam segurança a profissionais que atuam na linha de frente no enfrentamento ao coronavírus ...

Leia também