Associação de supermercados diz que não faltarão alimentos na quarentena mais rígida no ES

Além da paralisação do transporte público e da prorrogação da quarentena até o dia 4 de abril para o controle da pandemia da Covid-19, o Governo do Espírito Santo também anunciou nesta quinta-feira (25) uma redução da lista de serviços considerados essenciais.

“O consumidor pode ficar tranquilo que estamos prontos para atender da melhor maneira possível. O horário de funcionamento será normal. Só com exceção dos domingos e feriados, quando não vamos abrir por determinação da legislação”, disse o superintendente da Acaps, Hélio Schneider.

Após o anúncio das novas restrições por parte do governo estadual, consumidores registraram filas em supermercados da Grande Vitória. Algumas unidades chegaram a ficar mais cheias do que o normal.

Contudo, Schneider também garantiu que as unidades estão sendo abastecidas normalmente. Por isso, não é necessário estocar comida.

“A indústria estará trabalhando, as logísticas estão funcionado normalmente. Pedimos aos consumidores que vá apenas uma pessoa só da família, faça suas compras normalmente, sem fazer estoque”, explicou.

Os donos de supermercados também já estão se planejando para que a suspensão dos ônibus não comprometa o atendimento nas unidades.

“O transporte dos funcionários será garantido. A logística de funcionários causa para nós um problema, principalmente para pequenos e médios empresários, mas vamos usar todas as nossas condições para colocar os funcionários dentro das lojas e dar um atendimento normal ao consumidor”, disse o superintendente.

Informações: G1

Leia mais

Leia também