Argentina registra o maior número de mortes por coronavírus e presidente Fernández prorroga restrições


O número de 633 óbitos na Argentina superou em muito nesta quarta-feira (5), o recorde anterior de 561, registrado em 29 de abril. É o maior número de mortes por Covid-19 em 24 horas no país sul-americano desde o início da pandemia.

O número total de óbitos por coronavírus na Argentina é de 65.865 .

Em relação ao número de infecções, o ministério da saúde argentino apontou que foram notificados 24.079 casos confirmados, acumulando mais de três milhões de infectados.

A região metropolitana da capital tem detectado o maior índice de infecções nas últimas semanas, levando à ocupação máxima os leitos de UTI de hospitais públicos e privados.

A Argentina vive há um mês o aumento dos casos de Covid-19, com um nível crescente de ocupação de leitos em unidades de terapia intensiva, informa a Telesul.

Alberto Fernández

Alberto Fernández (Foto: Reprodução)

Leia mais

Leia também