Argentina lembra guerra das Malvinas na passagem do 39º aniversário


No transcurso do 39º aniversário da guerra das Malvinas, a Argentina relembra seus mortos e reafirma a luta pela soberania do país sobre as ilhas usurpadas pelo Reino Unido. O conflito bélico durou quase três meses em plena ditadura (1976-1983).

Nesta sexta-feira (2) vão ocorrer várias actividades no âmbito do Dia do Veterano e dos Mortos na Guerra das Malvinas, entre elas uma promovida pelo Museu que percorre a história daquele território com o início do Ciclo da Soberania e da Memória, que terá como convidado o Ministro da Cultura, Tristán Bauer.

A Argentina e o Reino Unido têm uma disputa desde 1833 pelas Ilhas Malvinas, que levou ao conflito armado de 1982, com um saldo de quase 650 combatentes nacionais e 255 soldados ingleses mortos, informa a Prensa Latina.

i

i (Foto: Paulo Emílio)

Leia mais

Leia também