“Aprendi que o emprego é o maior projeto social e quero fomentar oportunidades aqui”, diz Roan Roger

Filho da professora aposentada Juracy Contarato e do servidor público aposentado, Trancredo Marques, Roan Roger, 41 anos, está entre os 13 vereadores a ocupar cadeira na Câmara Municipal de Nova Venécia.

Formado em Administração de Empresas, Roan foi eleito com 291 votos pelo MDB. Atualmente morando no bairro Rúbia, o venecino sempre residiu na rua Sergipe. Casado com a coordenadora acadêmica Francielle Milanez França, Roan afirma que pretende assumir seu mandato, com uma bandeira que acredita ser primordial para o crescimento do Município: a geração de empregos.

Roan Roger se candidatou pela primeira na disputa a vereador, em 2000, e não venceu o pleito. Já foi diretor geral da Câmara de Nova Venécia, na gestão em que Antônio Emílio foi presidente, e agora, o veneciano almeja novos ideais na política.

Geração de empregos
“Minha bandeira na vereança será a atuação na geração de empregos. Irei cobrar do poder público, a instalação de empresas em nossa cidade. Morei na Inglaterra por nove anos, aprendi fora do País a gerenciar e treinar pessoas para uma rede de restaurantes. Uma das coisas que aprendi por lá, foi que o emprego é o maior projeto social que existe. Não cabe ao vereador apenas fiscalizar e legislar, é preciso trabalhar junto com os poderes, e principalmente, cobrar resultados para nossa população”.

Eleitores
“Meus eleitores foram meus amigos e familiares. Eles acreditaram em mim, em meus projetos e agora quero mostrar resultados”.

Política
“A política existe em todos os lugares, seja na religião, no futebol, em qualquer outro local. A politica serve para construir benefícios para o cidadão, é para isso que fomos eleitos”.

Atuação
“Sou administrador de empresas e acredito que posso ajudar administrar projetos para nosso município. Fui também diretor da Câmara de Nova Venécia e foi quando pude notar que eu poderia fazer algo além para a população”.

Ideais
“Já me candidatei uma vez, era muito novo, não ganhei. Mas sempre estive engajado a apoiar outros candidatos que sempre tiveram êxitos no pleito. Vi que eu podia também atuar e fazer a diferença. Quero servir e fazer para a população veneciana, o mesmo que faria por mim”.

Agradecimentos
“Primeiro agradeço a Deus, aos meus familiares e amigos que me incentivaram e me apoiaram. Também agradeço a todos aqueles que já tinham compromissos com outros vereadores, que não votaram em mim, mas me incentivaram, dizendo que eu estava no caminho certo, me deram muita força, isso foi muito gratificante. Só tenho a agradecer a todos que torceram por mim, muito obrigado!”

Fonte: Cintia Zaché / redenoticiaes

Leia mais

Leia também