Após reunião com Biden, Putin afirma que não há hostilidades entre EUA e Rússia e defende tolerância


Após o primeiro encontro, em Genebra, na Suíça, entre o presidente russo, Vladimir Putin, e seu homólogo estadunidense, Joe Biden, o primeiro afirmou que não há hostilidades entre os países e que ambos os lados buscarão “entender um ao outro”. 

“Eu acredito que não há hostilidades entre os países. Nosso encontro teve espírito construtivo, fizemos avaliações corretas em várias questões e ambos os lados expressaram intenções de entender um ao outro”, disse Putin, conforme reportado na ABC News. 

O encontro terminou uma hora antes do programado. Agora, os líderes falarão com a imprensa, mas em locais separados. 

A cúpula se deu após Putin ter afirmado à NBC News, no início da semana, que a relação entre os dois países havia “se deteriorado ao seu ponto mais baixo nos últimos anos”.


Leia mais

Leia também